Quarta-feira, 27 de junho de 2018 - 11h00
DHL Supply Chain renova contrato junto à PPG
Provedor logístico atende a indústria desde 2008 e, além dos serviços, foca suas estratégias em diferenciais de gestão

A DHL Supply Chain firmou, neste mês de junho, a renovação no Brasil do contrato com a PPG, companhia que atua globalmente no segmento de tintas e revestimentos. O provedor atende a indústria desde 2008 e disponibiliza uma equipe dedicada e especializada na planta de Sumaré (SP). Os serviços oferecidos abrangem o recebimento de matérias primas e produtos acabados, armazenagem, controle de inventário, etiquetagem de itens importados e expedição dos produtos para distribuidores e clientes finais. Sem revelar números consolidados, o operador informa que por mês são milhões de litros de tintas e revestimentos movimentados.

Divulgação

Além das operações logísticas, o contrato entre as empresas traz alguns diferenciais quanto à gestão. O projeto de serviços, por exemplo, foi desenhado e definido para buscar o máximo de eficiência em energias renováveis a fim de reduzir a emissão de carbono. Dentro desse processo, o modelo de carregamento das empilhadeiras foi alterado para o Opportunity Charge, que permite cargas rápidas das baterias, minimizando o consumo de energia elétrica.

Outro ponto foi a busca pela aplicação de inovação com o objetivo de proporcionar operações mais confiáveis, com respostas rápidas para os clientes da PPG. Nesse caso, a estratégia foi substituir a frota de empilhadeiras por modelos mais novos, com tecnologia embarcada que contribui para o aumento de produtividade. Um novo Warehouse Management System (WMS), de última geração, também foi aplicado.

Mais um destaque das movimentações fica por conta da estrutura de gestão e aprimoramento contínuo, aspectos estabelecidos pela DHL. Para gerir essa operação, a companhia utiliza uma plataforma digital que, dentre outras funcionalidades, permite a visibilidade em tempo real dos processos envolvidos.

“Todo esse conceito está inserido dentro do programa OMS (Operations Management System), em que a DHL criou a cultura padronizada na gestão dos processos logísticos, bem como as rotinas de controle e acompanhamento da operação. Com isso, são estabelecidos indicadores de performance (KPIs) que são acompanhados periodicamente e são a base para o desenvolvimento contínuo da operação”, afirma o diretor de Operações da DHL Supply Chain, Emerson Soares.

A expertise do provedor no segmento químico também contribuiu para a renovação do contrato. “Além da necessidade de um rígido controle de temperatura, a cadeia de suprimentos da indústria química tem características bastante próprias. Por exemplo, essa cadeia tem diversas sazonalidades e alguns processos no padrão just in time de entregas que, se não respeitados, podem provocar paradas de linhas de produção de alguns clientes da PPG. Nesses anos de contrato, conseguimos atender com eficiência e qualidade. Por todos esses esforços e entregas, recentemente recebemos o Prêmio Excelência Operacional na Categoria Logística da PPG”, conta Soares.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!