Segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Dólar R$ 4,04
Euro R$ 4,76
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 6 de julho de 2018 - 13h47
IC Transportes reduz custos indiretos com a ajuda da TMH
Implantação do Centro de Serviços Compartilhados resultou em uma redução de 15%

Com o objetivo de aumentar ainda mais sua produtividade, a IC Transportes implementou um Centro de Serviços Compartilhados (CSC) desenvolvido pela Thompson Management Horizons (TMH), consultoria especializada em gestão estratégica. O projeto envolveu desde a revisão de todos os processos da transportadora até a definição de um modelo de meritocracia. Entre os principais resultados obtidos, as empresas destacam uma redução imediata de 15% nas despesas com backoffice.

Sediada em Sumaré (SP), a IC Transportes atua há mais de 30 anos no transporte rodoviário de granel sólido, gases do ar e granel líquido. Atualmente, possui 21 unidades distribuídas em dez estados brasileiros, com uma frota que roda aproximadamente 6,5 milhões de quilômetros por mês. A empresa familiar buscou, em meados de 2017, a TMH para elaborar um modelo de gestão que garantisse o crescimento saudável do negócio.

A consultoria aplicou a Metodologia Thompson See Fast e realizou um diagnóstico empresarial que avalia a organização a partir de oito dimensões. “Em períodos de transição, é essencial ter clareza de que caminhos seguir, por isso decidimos em conjunto com a direção da IC Transportes iniciarmos o projeto pelo diagnóstico See Fast, que graças à sua rapidez de execução e precisão nas conclusões nos apontou a real necessidade da empresa”, explica Antonio Matias Ferreira Jr., diretor da TMH.

A partir do diagnóstico, a consultoria identificou o que precisaria ser feito para preparar a empresa para o crescimento e alinhar seu modelo de gestão aos objetivos estratégicos. Foi implantado então o CSC, eliminando retrabalhos, sobreposições e os diversos canais de solicitações, e assim foi possível gerenciar a retaguarda.

“Em paralelo, alteramos o modelo orçamentário, do tradicional para o modelo de orçamento matricial, atribuindo aos gestores a responsabilidade pela administração dos custos e consumos dos recursos. Por fim, desenhamos o modelo de meritocracia da IC, que faz a amarração do todo. Agora, seja um colaborador de BO ou da área de Negócios, seu desempenho passa a ser premiado pelo que ele entrega de resultados”, acrescenta o executivo.

A TMH atua há 24 anos com Centros de Serviços Compartilhados no Brasil, com mais de 20 já implementados em empresas de diferentes portes e segmentos, como Honda, Toyota, ALL, Kroton, Bayer, Grupo Ultra, Brasken, Alstom e Itaú-Unibanco.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!