Segunda-feira, 13 de agosto de 2018 - 17h10
Vendas de implementos rodoviários crescem 52% de janeiro a julho
De acordo com a Anfir, o resultado representa o início de uma recuperação do mercado

Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), o desempenho do setor de janeiro a julho de 2018 apresentou crescimento de 52% na comparação com os primeiros sete meses do ano passado, interrompendo a curva descendente que vinha sendo verificada há cinco anos. Foram comercializadas 46.674 unidades neste ano, contra os 30.707 implementos entregues ao mercado de janeiro a julho de 2017.

A entidade alerta, porém, que o número de unidades vendidas em 2018 representa menos da metade do apurado no mesmo período de 2013, quando foram emplacados 100.406 implementos rodoviários. No mesmo período de 2014 o setor apresentou queda, com 91.350 unidades. Em 2015 ela foi ainda mais brusca, e o setor contabilizou 54.347 implementos vendidos, e em 2016 o movimento decrescente continuou, com 37.430 equipamentos.

"Por conta das perdas acumuladas não se pode afirmar que estamos crescendo, mas sim iniciando a recuperação", destaca Mario Rinaldi, diretor executivo da Anfir.

Dos 46.674 implementos colocados no mercado de janeiro a julho de 2018, 23.411 foram reboques e semirreboques, com destaque para os equipamentos graneleiros e para carga seca, com 5.968 unidades, e 23.263 foram carrocerias sobre chassis, com forte presença dos baús de alumínio e frigorificados, com 10.856 unidades vendidas.