Segunda-feira, 19 de novembro de 2018
Dólar R$ 3,74
Euro R$ 4,29
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 12 de setembro de 2018 - 8h00
Aliança batiza o rebocador Tramontano em Itajaí
Embarcação é a sexta de sete encomendadas junto ao Estaleiro Detroit Brasil

A Aliança Navegação e Logística batizou, no dia 30 de agosto, no Estaleiro Detroit Brasil, em Itajaí (SC), o rebocador Aliança Tramontano. A embarcação de última geração, a sexta de um pedido de sete, conta com 32 metros de comprimento e capacidade de tração estática de 70 toneladas bollard pull.

Assim como os dois últimos rebocadores recebidos pela empresa, o Aliança Levante e o Aliança Mistral, o Tramontano pertence à classe Automatic Bridge Centralized Control Unmanned, que possui um nível superior de automação que permite que o sistema de propulsão seja inteiramente controlado e monitorado pelo passadiço. A última embarcação da série, o Aliança Bora, deve ser batizado até o final deste ano.

Divulgação
Divulgação

A palavra italiana tramontana se refere ao vento frio e seco da bacia do Mar Mediterrâneo, que sopra do lado dos montes, e é usada também com o significado de Norte ou de Estrela Polar.

De acordo com José Roberto Salgado, diretor executivo da Aliança e da Hamburg Süd, a nova série conta com alta tecnologia embarcada e, por isso, garante ainda mais segurança e versatilidade. “Nossa proposta é atuar em vários portos brasileiros para oferecer apoio às atracações de navios de diversos armadores, entre eles Maersk, Hamburg Süd e Aliança”.

Para batizar o Aliança Tramontano, a empresa escolheu como madrinha a gerente de Customer Service Ana Garcia, que está na Aliança há 26 anos. Ela começou como secretária e com o passar do tempo foi assumindo novas responsabilidades, tendo atuado na área de Procurement Management e como coordenadora de Vendas e de Customer Service.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!