Quinta-feira, 22 de novembro de 2018
Dólar R$ 3,78
Euro R$ 4,33
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 19 de outubro de 2018 - 12h58
Aeroporto de Montes Claros entra em processo de licitação
Concessão será destinada à estruturação de complexo logístico para armazenagem e movimentação de cargas de exportação e importação

A Infraero divulga ao mercado que irá promover uma licitação para a concessão de área para a construção de um complexo logístico no Aeroporto Mário Ribeiro, estrutura que conta com uma área total de 2 milhões de m² localizada em Montes Claros (MG). A área que será disponibilizada conta com 49.500 m² dentro do sítio aeroportuário e poderá ser explorada, mediante investimentos da empresa vencedora do certame, por 25 anos.

A permissão de utilização da área prevê a exploração comercial do complexo e operação das atividades de armazenagem e movimentação de cargas nacionais e internacionais e serviços relacionados ao transporte de cargas com preço mínimo mensal de R$ 20 mil e adicional de preço fixo de R$ 100 mil, a ser pago em parcela única, à vista, até o 10º dia útil a partir da assinatura do contrato.

Atualmente, o Aeroporto Mário Ribeiro opera diariamente com cinco voos com conexões das companhias Azul e Gol.

Modelo

A Infraero conta com 19 terminais de logística que operam cargas, sendo que seis deles já estão sob gestão de empresas privadas: Curitiba, Goiânia, Recife, São José dos Campos (SP), Belém e Vitória. Dos 13 Tecas restantes, 11 já foram licitados e estão em fase de homologação e entrega documental: São Luís, Boa Vista, João Pessoa, Joinville (SC), Navegantes (SC), Londrina (PR), Foz do Iguaçu (PR), Macapá, Manaus, Petrolina (PE) e Teresina. Os outros dois – Campo Grande e Cuiabá – serão licitados ainda neste ano.

O novo modelo de gestão da Infraero no setor de serviços logísticos teve um resultado positivo expressivo para a estatal, considerando o balanço de janeiro a julho de 2018, que corresponde a um crescimento de 93% na arrecadação da movimentação de cargas e serviços nos terminais de logística de cargas da companhia. A receita obtida no período teve um aumento de 45% em relação ao ano passado e a arrecadação cresceu 39%. Por outro lado, somente com a redução de custos foi alcançada uma economia 19%.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!