Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018
Dólar R$ 3,89
Euro R$ 4,44
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 26 de novembro de 2018 - 10h07
Movimentações em alta no Eadi Santo André
Terminal registrou, entre agosto e setembro, a entrada de 2.245 contêineres, crescimento de 30% frente ao mesmo período de 2017

A Estação Aduaneira Interior (Eadi) Santo André, localizada na Plataforma Sudeste da Wilson Sons Logística, registrou, de agosto a outubro deste ano, crescimento de 30% na entrada de contêineres quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Ao todo, foram recebidos 2.245 contêineres contra 1.725 contêineres de agosto a outubro de 2017. As cargas mais movimentadas foram dos segmentos alimentício, cosmético, de papel e celulose e bebidas.

A Eadi atua integrada ao centro de distribuição, concentrando as operações num único local, desde a entrada da mercadoria no Brasil. “Essa integração gera uma economia nos custos logísticos para os clientes, já que não há necessidade de transferência das cargas para outro armazém após o desembaraço aduaneiro”, explica a diretora Comercial da Wilson Sons Logística, Patrícia Iglesias.

Com área total de 119.700 m², o terminal de Santo André está localizado próximo a importantes elos logísticos, como o Porto de Santos (SP) e os aeroportos de Guarulhos (SP) e Viracopos, em Campinas (SP). Em 2018, o terminal completou 20 anos e passou por melhorias em sua infraestrutura, por meio de um investimento de R$ 1,5 milhão. A área ocupada do CD foi ampliada de 36 mil m² para 52 mil m², enquanto que o Eadi ganhou uma nova câmara fria, atingindo a área total refrigerada de 1.010 m², com capacidade para 710 posições-palete.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!