Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018 - 11h07
Porto do Açu recebe prêmio Brasil Ambiental da Amcham
Companhia foi a vencedora na categoria Ecossistemas pelo projeto desenvolvido na Reserva Ambiental Caruara

O Projeto de Conservação do Ecossistema de Restinga na Região Norte Fluminense, desenvolvido pelo Porto do Açu, complexo portuário em São João da Barra (RJ), foi um dos vencedores do 14º Prêmio Brasil Ambiental, promovido pela Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (Amcham). Vencedor na categoria Ecossistemas, o projeto é desenvolvido na Reserva Ambiental Caruara, maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do Estado e maior unidade privada dedicada à preservação de restingas do país.

Para o diretor de Sustentabilidade da Porto do Açu Operações, Eduardo Kantz, trata-se de do reconhecimento do compromisso com o desenvolvimento sustentável de todo o Grupo Prumo. “Esse prêmio evidencia que sustentabilidade é um valor intrínseco ao nosso grupo. É o reconhecimento máximo da reserva Caruara como nossa grande bandeira de preservação do ecossistema de restinga”, diz. Além disso, completa, neste ano a empresa também obteve a aprovação do Plano de Manejo da reserva pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

Criada e mantida voluntariamente pela empresa desde 2012, a Caruara tem aproximadamente 4 mil hectares – o equivalente a 4 mil campos de futebol e a quase metade da área operacional do complexo portuário. Na unidade de conservação, são desenvolvidos trabalhos de recomposição vegetal e monitoramento de fauna e flora, com mão de obra local. Hoje, cerca de 40 moradores da região trabalham no espaço. Todas as mudas plantadas na reserva são produzidas em um viveiro próprio, que é dedicado ao ecossistema de restinga e pode produzir até 500 mil mudas por ano. O viveiro produz e maneja 85 espécies e, até agora, mais de 1 milhão de mudas foram produzidas e plantadas na reserva. Em toda a área preservada, já foram identificadas 240 espécies de flora e 311 de fauna, incluindo algumas ameaçadas de extinção, como o melocactus (melocactus violaceus), o largato do rabo verde (ameivula littoralis) e a borboleta da praia (parides ascanius).

Para o coordenador de Meio Ambiente da Porto do Açu e um dos responsáveis pelo projeto, Daniel Nascimento, a premiação é motivo de muito orgulho. “São seis anos de trabalho dedicados à preservação desse ecossistema tão importante para a nossa região. A Reserva Caruara também foi inscrita no Prêmio da Amcham em 2016 e essa vitória, agora em 2018, evidencia que nesse intervalo houve um amadurecimento do programa e reconhecimento do intenso trabalho de conservação e restauração que é realizado pelo Porto do Açu”, afirma. Para o próximo ano, os planos são de construção de uma sede para a Caruara e de investimentos para os programas de pesquisa e desenvolvimento do ecossistema de restinga.

O Prêmio Brasil Ambiental (PBA) é uma iniciativa da Amcham do Rio de Janeiro que tem como objetivo estimular ações e reconhecer o mérito de projetos de preservação do meio ambiente e de práticas socioambientalmente responsáveis implementadas por empresas com atuação no Brasil. Ao longo dos anos, foram mais de 66 projetos e 41 empresas premiadas. São destaques as organizações que corroboram com o compromisso do setor privado quanto à preservação do meio ambiente e são agentes de transformação para mudança cultural, influenciando positivamente o comportamento das pessoas.