Quarta-feira, 9 de janeiro de 2019 - 10h01
Setor de implementos rodoviários cresce 49%
Indústrias emplacaram 90.195 unidades de janeiro a dezembro de 2018; segmento de pesados tem acréscimo de 79%, enquanto leve teve variação positiva de 28%

As empresas que atuam no setor de implementos rodoviários encerram o ano de 2018 disponibilizando no mercado interno 90.195 unidades, crescimento de 49,1% frente a 2017, quando as companhias entregaram 60.491 produtos. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), o balanço dos emplacamentos realizados mostra que a recuperação no setor está consolidada.

O presidente da entidade, Norberto Fabris, comemora os resultados. “Estamos na rota certa para recuperarmos nossas perdas, que não foram poucas”, diz. Segundo levantamento feito pela Anfir, as quatro quedas sucessivas de mercado causadas pela crise resultaram em perdas que correspondem a cerca de dois terços do mercado doméstico. O número considera o total apurado em 2013 e na ocasião o volume de emplacamentos chegou a 177.876 unidades. “Temos um longo caminho a ser percorrido até zerarmos as perdas que tivemos”, explica Fabris. O executivo completa dizendo que a recuperação não foi uniforme porque a economia nos centros urbanos não respondeu à altura do campo.

O ritmo de recuperação em 2018 foi mais forte no segmento de pesados – reboques e semirreboques – por conta em grande parte dos negócios no setor do agronegócio, que se mantiveram aquecidos. De janeiro a dezembro a indústria entregou ao mercado 44.673 unidades contra 24.928 produtos em 2017, variação positiva de 79,2%.

Já no segmento leve, de carroceria sobre chassis, o desempenho ficou abaixo do segmento de pesados uma vez que seus negócios dependem da economia nos centros urbanos. Em 2018, a indústria vendeu 45.522 unidades frente às 35.563 do ano anterior, o que representou um crescimento de 28%.

Quanto às exportações, o acréscimo de 2018 quando comparado a 2017 foi de 15,3%. Ao todo, de janeiro a dezembro do ano passado foram embarcados 3.651 itens, enquanto no mesmo período do ano anterior 3.165 implementos tiveram como destino o exterior.