Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019 - 10h27
BID apresenta propostas para tirar Trem Intercidades do papel em São Paulo
Prioridades serão os trechos entre São Paulo e Campinas e de Campinas a Americana

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo teve uma reunião ontem, dia 15 de janeiro, com membros do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que apresentaram alternativas técnico-financeiras para viabilizar a construção do Trem Intercidades (TIC).

O encontro aconteceu na sede da secretaria, na região central da cidade de São Paulo e sucedeu uma reunião entre o governador de São Paulo, João Doria, o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, no Palácio do Planalto, na última quinta-feira, dia 10 de janeiro, para debater projetos de infraestrutura, entre eles o TIC.

De acordo com o secretário dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy, a prioridade do projeto serão os trechos entre São Paulo e Campinas e Campinas e Americana, mas ele destacou que também serão retomados os estudos relativos aos projetos das regiões de São José dos Campos, Sorocaba e Santos.

“Hoje o trajeto da estação Barra Funda, passando por Jundiaí, até Campinas, é o que está mais adiantado. Desejamos traçar um cronograma de ações até 10 de fevereiro, junto com o governo federal, para que consigamos publicar o edital de licitação ainda neste ano”, disse Baldy.

A expectativa é que um termo de cooperação com o BID, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o Ministério da Infraestrutura seja assinado em breve. Nos próximos meses, deve ser definida a modelagem técnico-financeira a ser adotada para o projeto. Baldy deve receber, ainda nesta semana, o secretário executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho, e técnicos da pasta para alinhar detalhes da parceria entre os governos estadual e federal.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!
Arnaldo Cerioni Filhoem 17/01/2019, às 21h26
Será de grande importância a construção do TIC tanto da Barra Funda a Campinas quanto às demais cidades do interior de São Paulo. O transporte ferroviário de cargas e passageiros trará oportunidades de melhor escoamento da produção agrícola e das indústrias secundárias, assim como facilitará o turismo no Estado de São Paulo.
Alexandre de Assisem 21/01/2019, às 07h26
Torcendo para que tudo dê certo. Geração de emprego, mobilidade, facilidade no transporte de produtos. Brasil vai crescer. Eu creio.