Quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019 - 9h18
Gestão de transportes é destaque na BBM Logística
Companhia dobrou a receita bruta do serviço, que também contribuiu para superar o período conturbado devido à greve dos caminhoneiros

A BBM Logística informa que sua divisão de Gestão de Transportes (Transportation Management) dobrou a receita bruta em 2018 frente ao ano anterior e superou as metas propostas no início do ano. “Os objetivos eram audaciosos e a greve dos caminhoneiros tornou o desafio ainda mais complexo”, diz o diretor da divisão, Alexandre Merlin.

O CEO da BBM, André Prado, revela que a reação às dificuldades daquele período foi uma das responsáveis pelo resultado anual. “Desde o primeiro dia tínhamos em mente que toda a crise oferece oportunidades. Nosso objetivo era, ao mesmo tempo, tomar decisões ágeis para mitigar os riscos e utilizar as adversidades como forma de aperfeiçoar as operações e o relacionamento com os clientes”, conta.

Para superar as dificuldades do movimento, a companhia revela que pessoas, tecnologia, equipamentos e conhecimento foram empregados de maneira integrada para manter a qualidade dos serviços. “O comprometimento com soluções para os negócios dos clientes gerou uma relação de confiança ainda maior e isso, consequente, influenciou positivamente nossos resultados”, avalia Prado.

Divulgação
Divulgação

Além da postura na greve, a unidade reduziu custos com a troca de parte da operação terceirizada por frota própria e uma gestão mais eficaz dos processos. O projeto Parceiro BBM, que selecionou agregados, também contribuiu para aumentar a eficiência na movimentação de cargas. “Todos os processos foram mapeados e aperfeiçoados. Com isso, melhoramos o nível de serviço e a percepção dos clientes”, explica Merlin.

As melhorias, além de auxiliar para uma operação eficaz num momento conturbado, mostraram ao mercado as soluções da companhia, o que contribuiu para a chegada de clientes, como a Saint Gobain e a Nestlé. Houve, ainda, a expansão em operações intermodais com portos – Santos (SP), Paranaguá (PR) e Rio Grande (RS) – e crescimento em operações dedicadas para a Klabin e ArcelorMittal, por exemplo. Atualmente, a divisão tem forte presença nos setores de papel e celulose, siderúrgico, automotivo e bens de consumo.

Vale lembrar que a divisão de gestão de transportes da BBM é dividida em três unidades – carga fracionada LTL, transporte internacional e carga geral FTL.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!