Sexta-feira, 22 de março de 2019 - 16h56
Leilão de quatro áreas portuárias rende R$ 219,5 milhões ao governo
Lotes estão localizados nos Portos de Cabedelo, na Paraíba, e de Vitória, no Espírito Santo

Foi realizado hoje, dia 22 de março, na Bolsa de Valores de São Paulo, o leilão de quatro áreas portuárias, três localizadas nos estados da Paraíba e uma no Espírito Santo. O certame rendeu ao governo federal R$ 219,529 milhões em outorgas. As informações são da Agência Brasil.

Apenas uma proposta, no valor de R$ 6,021 milhões, foi feita pelo primeiro lote, no Porto de Cabedelo (PB), pelo Consórcio Nordeste, representado pela Corretora Ativa. Localizados no mesmo porto, o segundo e o terceiro lotes foram arrematados por R$ 18,005 milhões e R$ 30,503 milhões, respectivamente, pelo mesmo consórcio.

Já o quarto e último lote, no Porto de Vitória (ES), também teve um único proponente, o Consórcio Navegantes Logística, representado pela corretora Itaú, que arrematou a área por R$ 165 milhões. Os investimentos previstos nos quatro terminais são de R$ 199 milhões e os arrendamentos são de 25 anos.

“Estamos satisfeitos com o resultado porque superou as expectativas, o que reafirma a confiança do mercado no atual governo”, disse o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. “Mas só ágio não é nosso objetivo, que é o de estimular e impulsionar investimentos” acrescentou.

O primeiro lote localizado no Porto de Cabedelo tem 18.275 m² de extensão. Nele serão exigidas pelo menos 19 mil toneladas de capacidade estática de armazenagem. A segunda área tem 18.344 m² e a concessionária deve investir em  tanques de aço-carbono de telhado fixo e em uma estação de carga e descarga.

O terceiro lote em território paraibano tem 20.465 m² e apresenta capacidade estática de 12.962 m², com previsão de aumento para 31.288 m². Também estão previstos investimentos em tanques e em uma estação de carga e descarga. Já a área no Porto de Vitória é totalmente nova, sem nenhuma estrutura física. Com aproximadamente 74 mil m², ela é utilizada para a movimentação de granéis líquidos.