Quinta-feira, 9 de maio de 2019 - 12h18
Exportações pelos portos do Paraná superam em 71,4% as importações
Valor movimentado em produtos que saíram do Brasil superou o gasto com cargas de origem estrangeira em mais de U$ 1,5 bilhão

Os portos do Paraná registraram um aumento de 71,4% no saldo positivo, em que as exportações superam as importações, entre janeiro e abril deste ano. O valor movimentado em produtos que saíram do Brasil pelos portos de Paranaguá e Antonina no período superou o gasto com produtos de origem estrangeira que chegaram ao país em mais de U$ 1,5 bilhão.

Nos primeiros quatro meses do ano, os portos paranaenses movimentaram 15,7 milhões de toneladas, sendo 9,7 milhões em exportações e 6 milhões em importações. Somente em abril foram 4,2 milhões de t movimentadas, sendo que as exportações somaram 2,8 milhões de t contra 1,3 milhão importadas.

Dados do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços indicam que a arrecadação gerada com as exportações no Paraná aumentou em 4,2%. Em 2019, foram quase U$ 5,2 bilhões exportados contra os U$ 4,9 bilhões do mesmo período de 2018.

Crédito: Claudio Neves/Portos do Paraná
Crédito: Claudio Neves/Portos do Paraná

Do total movimentado nos primeiros quatro meses deste ano, quase 3,5 milhões de t são de carga geral. O segmento registra aumento de 8% em relação ao acumulado de janeiro a abril de 2018. O volume está maior principalmente no sentido exportação e nesse segmento as cargas mais movimentadas pelo Porto de Paranaguá são as cargas soltas, como açúcar, celulose e veículos.

A movimentação em contêineres também segue em alta. O aumento registrado é de 12%, no total. Os 238.309 TEUs movimentados em 2018 passaram para 266.137 TEUs este ano. As principais cargas movimentadas por contêineres no período foram frango, madeira e papel e celulose via exportação e fertilizantes, plásticos, produtos químicos orgânicos e máquinas (reatores e caldeiras) na importação.

As exportações de milho pelo Porto de Paranaguá apresentaram um aumento de 32% no primeiro quadrimestre de 2019. De janeiro a abril, foram 892.419 t embarcadas, tendo como principal destino o Irã. No mesmo período do ano passado foram 677.554 t exportadas.

Já a movimentação de cargas pelo Porto de Antonina segue em recuperação. O aumento registrado no quadrimestre é de 89%. No total, de janeiro a abril, foram 346.435 t de cargas movimentadas, diante das 183.385 t no mesmo período de 2018. “Antonina voltou a movimentar bastante fertilizante e vem se recuperando de um ano não muito movimentado, como foi 2018, principalmente no primeiro semestre”, explica o diretor de Operações, Luiz Teixeira. Além do fertilizante, açúcar em sacas e farelo de soja são transportados no porto.