Sexta-feira, 10 de janeiro de 2014 - 15h56
Grupo Martins testa Iveco Daily movido a GNV
Veículo deve rodar cerca de 100 km todos os dias, realizando aproximadamente 20 entregas na cidade de Belo Horizonte

No último mês de dezembro, o grupo atacadista Martins iniciou testes com um furgão Iveco Daily movido 100% a gás natural veicular (GNV). O veículo foi entregue durante o evento de comemoração dos 60 anos do grupo, em Uberlândia (MG).

Na comparação com um veículo a diesel, o Daily que utiliza GNV apresenta redução de 84% na emissão de óxido nitroso (NOx), 25% menos dióxido de carbono (CO2) e 96% menos material particulado.

O Daily GNV 35S14G é um protótipo desenvolvido pela Iveco e já testado anteriormente em parcerias com a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais (Setcemg) e a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasming).

Por seis meses, o veículo será utilizado na capital mineira em serviços de entrega rápida de produtos leves. A expectativa da empresa é realizar aproximadamente 20 envios diários, em um total de 100 km rodados todos os dias.

De acordo com o gestor de Inovação da Iveco, Fabio Nicora, o Daily GNV é ideal para serviços de distribuição e logística urbana. “Ele traz vantagens que vão além das significativas reduções de emissão de gases de efeito estufa. Entre elas, está a diminuição de ruídos em seis decibéis em relação ao motor a diesel”, explica o executivo.

Segundo o diretor geral do Grupo Martins, Walter Faria, a decisão de utilizar o veículo reflete as preocupações da companhia com as questões ambientais. Nos planos de gestão da empresa, está prevista uma redução de 8% nas emissões de CO2. “Esperamos que esta parceria com a Iveco seja um diferencial na busca de soluções para a melhoria do meio ambiente”, analisa.

Esta não é a primeira avaliação realizada com o Daily movido a GNV. Entre julho de 2012 e novembro de 2013, o veículo foi testado pela Patrus Transportes, rodando cerca de 29.000 km na região metropolitana de Belo Horizonte e gerando uma economia de 12,7% nas despesas com combustível.

Embora ainda esteja em fase de testes no Brasil, o modelo já é comercializado na Europa. “Em 2012, as vendas no mercado europeu superaram os 900 veículos, quase o dobro do volume comercializado em 2011”, conta a gerente de Portfólio de Produto da Iveco, Karina Esteves.