Quinta-feira, 24 de abril de 2014 - 16h46
Red Box inicia operação com carretas de dois andares
Transportadora investiu R$ 5 milhões em ativos para o transporte de paletes

A Red Box Transportes, empresa especializada na movimentação de vidros extra-grandes, anunciou, neste mês de abril, o início de uma nova operação envolvendo o transporte de cargas paletizadas da Unilever.

Red-Box-divulgação-interna

Para atender ao novo cliente, a Red Box adquiriu nove carretas Maxiloader, da Labor Equipamentos Rodoviários, além de sete cavalos mecânicos da Scania do modelo P 360 modificados para a configuração 8x2. Os outros dois veículos que completam os novos conjuntos da transportadora já faziam parte da frota.

Ao todo, a Red Box investiu R$ 5 milhões nos novos ativos. De acordo com o gerente de operações, Alex Gomes de Araújo, a escolha pelas carretas Maxiloader se deve, principalmente, ao ganho de escala, que reduz em cerca de 10% o custo do frete.

Os implementos apresentam capacidade para transportar de 40 a 43 paletes de 1,80 m e estão equipados com uma plataforma móvel com capacidade de 1.800 kg, que alcança o segundo piso do equipamento a 2,2 m do solo. “O peso total chega a 32 toneladas, aumentando a lotação dos equipamentos com paletes mais pesados”, explica o executivo.

Além da Unilever, a Red Box realiza também o transporte de cargas paletizadas para as empresas United Mills Alimentos e Avery Dennison. “Temos a expectativa de iniciar testes com mais nove grandes players, envolvendo operações para o Mercosul”, revela Araújo. De acordo com ele, a transportadora prevê dobrar o investimento realizado na nova operação ainda em 2014.

Sediada em Guarulhos (SP) e com unidades em São José dos Campos (SP), Barra Velha (SC) e Goiânia, a Red Box iniciou suas atividades em 2004 transportando vidros para clientes como a Cebrace, joint-venture formada pela francesa Saint-Gobain e pela japonesa NSG. Atualmente, a empresa conta com uma frota composta por 69 veículos e atua em todo o território nacional, além de Uruguai e Argentina.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!