Quinta-feira, 25 de junho de 2015 - 12h14
Iveco inaugura campo de provas em Minas Gerais
Estrutura segue patamar mundial da marca e demandou investimentos de R$ 24 milhões

A Iveco inaugurou, neste mês de junho, um campo de provas para testes em veículos comerciais e de defesa, situado em Sete Lagoas (MG), dentro de seu complexo industrial. Ao todo, foram investidos R$ 24 milhões no projeto, que ocupa uma área de 300 mil m² e deve realizar aproximadamente três mil testes anuais.

O objetivo da companhia com a nova estrutura é trazer para dentro de suas próprias dependências as avaliações realizadas com seus veículos, até então testados em pistas particulares contratadas para esse fim específico. “A construção do campo de provas significa, entre outros benefícios, economia de tempo e recursos para a Iveco, além de impor ainda mais qualidade e confiabilidade total aos procedimentos de validação”, analisa Darwin Viegas, diretor de Desenvolvimento de Produto para a América Latina e responsável pela obra.

O projeto começou a ser desenvolvido em 2011. Em primeiro lugar, veio a pista de durabilidade acelerada, utilizada para analisar e evitar danos em componentes e na estrutura dos veículos. O passo seguinte foi ativar a pista oval de alta velocidade, que conta com 1.650 metros de extensão onde são feitos testes para simular situações reais, como mudanças de faixa em velocidades elevadas, por exemplo. Essas avaliações servem para analisar componentes da suspensão, dos freios e da direção dos veículos.

Por fim, foram construídos o circuito para veículos comerciais e linhas de transporte de passageiros, a pista para teste de ruídos e uma área específica para avaliações do veículo de defesa blindado Guarani.

De acordo com Viegas, o campo de provas de Sete Lagoas se equipara às estruturas do mesmo gênero que a Iveco possui na Alemanha e na Itália. “Ao longo do tempo, nosso plano é somar novas formas de testar os veículos nesse mesmo espaço”, diz. De acordo com Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina, a estrutura será utilizada também para a realização de testes com veículos comercializados pela companhia em outros países da América Latina.

O valor investido no campo de provas integra o montante de R$ 650 milhões anunciado recentemente pela Iveco em seu programa de incremento de competitividade. Os recursos serão aplicados até 2016 em frentes como a nacionalização de componentes, o aprimoramento de processos industriais, sistemas de qualidade, pesquisa, desenvolvimento e inovação.