Sexta-feira, 13 de janeiro de 2017 - 16h03
Lockers da InPost chegam ao Brasil
Automatizados e com funcionamento 24 horas por dia, os equipamentos permitem que o consumidor busque sua encomenda a qualquer hora

A InPost, empresa que atua no mercado de lockers para encomendas, lançou recentemente seus serviços no Rio de Janeiro e em São Paulo. Instalados em locais de grande circulação, como postos de gasolina, os lockers da InPost são automatizados e funcionam 24 horas por dia, 7 dias por semana, para que o consumidor possa buscar sua encomenda no momento que for mais conveniente. Em menos de dez segundos, usando somente um QRCode recebido por e-mail, ele retira sua mercadoria, com sigilo e segurança.

InPostSegundo a empresa, o serviço chega como uma solução para problemas como fretes caros, ficar esperando em casa pela transportadora e buscar encomendas apenas em horário comercial. A chamada compra Click & Collect (aquisição on-line com retirada física) deve oferecer às lojas de e-commerce uma opção de entrega mais barata, além de possibilitar a venda para pessoas que não possuem CEP ou moram em áreas onde não há possibilidade de entregas. De acordo com a InPost, na Europa 54% de todos os consumidores on-line utilizam a modalidade Click & Collect.

“No momento da compra pela internet, além da opção de inclusão de endereço para entrega, deve haver a opção ‘Retirar no locker’. Para o consumidor, basta escolher o local mais conveniente e fechar o pedido. A loja deve incluir o locker como opção para seus clientes”, explica Marco Antonio Beczkowski, sócio da InPost Brasil.

O modelo de entrega via lockers apresenta vantagens não somente ao consumidor, mas também a quem vende e entrega. “A última milha é a parte mais cara do frete, chegando a até 70% do custo total. Enquanto uma equipe consegue entregar menos de 100 encomendas em domicílios, nos lockers é possível realizar mais de 700 por dia”, diz Beczkowski. “Essa economia para o site facilita a oferta do frete grátis, um dos maiores fatores de conversão no e-commerce. Isso faz ainda mais sentido agora que os Correios irão descontinuar o e-Sedex”, explica.

Os lockers oferecem três tamanhos padrão para as encomendas (P, M e G), que podem ser customizadas para formatos específicos. “A partir de 2017 iniciaremos a produção nacional dos lockers e até o final do próximo ano esperamos ter 200 unidades em funcionamento, podendo receber mais de 14 mil encomendas por dia. Além do Rio de Janeiro e São Paulo, que juntas representam quase 50% do e-commerce do Brasil, buscaremos outras localidades com demanda para o produto”, diz Beczkowski.