Segunda-feira, 25 de junho de 2018 - 10h29
Patrus economiza R$ 120 mil por ano com a adoção de tecnologias em nuvem
Além disso, a equipe de TI da transportadora pôde focar mais em soluções estratégicas para o negócio

A transportadora mineira Patrus Transportes Urgentes vem economizando R$ 120 mil por ano depois que passou a utilizar soluções tecnológicas em nuvem. Além da economia, a empresa divulga que aumentou significativamente sua produtividade com a utilização do cloud computing.

Atualmente, 100% do armazenamento de dados da Patrus é feito em nuvem, ou seja, sem a necessidade de investir em servidores locais. A migração foi realizada em parceria com a empresa SGA Tecnologia e o montante economizado se refere às necessidades de compra e manutenção de hardwares. “E existem outras coisas embutidas, relacionadas a facilities e utilities”, explica Armindo Gabriel Sgorlon da Silva, CEO da SGA.

O executivo conta que a Patrus começou a utilizar o cloud computing em 2013, com a migração de seu sistema de e-mails. Já em agosto de 2016 a transportadora decidiu aplicar a tecnologia em todo seu datacenter, ERP, TMS, WMS e demais sistemas. A migração levou seis meses para ser concluída e, no início de 2018, a empresa pôde contabilizar as economias anuais geradas pela decisão.

“Essa tecnologia nos proporciona ser diferente dos nossos colegas. Isso é um diferencial que eu acho que quem não tiver vai estar fora do mercado em muito pouco tempo”, analisa Marcelo Patrus, presidente da transportadora. Com o sucesso da migração para a nuvem, a Patrus passou também a investir mais em ações de inovação para potencializar a competitividade no mercado logístico.

Além da economia, ela aumentou a sua produtividade, já que todos os esforços da equipe interna de tecnologia da informação estão focados em ações mais estratégicas para o negócio, como o desenvolvimento de novas soluções para facilitar a interação com o consumidor. “O time de gestão consegue facilmente, no smartphone ou tablet, verificar informações como números de operações realizadas e faturamento em tempo real, agilizando a tomada de decisão”, diz Manuel Landeiro, CIO da Patrus.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!