Segunda-feira, 27 de agosto de 2018 - 10h18
Bridgestone desenvolve o primeiro polímero híbrido do mundo
Material de alta resistência combina borracha e resinas a nível molecular

A Bridgestone desenvolveu um novo tipo de polímero capaz de formar ligações entre a borracha e resinas a nível molecular. De acordo com a fabricante de pneus, testes mostraram que o material apresenta cinco vezes mais resistência a rachaduras, 2,5 mais resistência à abrasão e resistência à tração 1,5 maior que a borracha natural.

O polímero híbrido recebeu o nome de HSR, sigla para High Strength Rubber, ou Borracha de Alta Resistência. Ele apresenta ligações entre componentes da borracha sintética, como o butadieno e o isopreno, e componentes de resinas, como o etileno (material básico usado na criação do plástico, de fibras sintéticas e de outros produtos petroquímicos) a nível molecular usando o novo catalisador gadolíneo.

O resultado é um material capaz de combinar a maleabilidade da borracha com a resistência da resina. Esse avanço foi alcançado por meio do aprimoramento das tecnologias do catalisador gadolíneo, desenvolvido pela própria Bridgestone, que possibilita a sintetização de borracha de alto desempenho.

A companhia considera o HSR bastante promissor, com potencial para criar pneus que alcancem os maiores níveis de performance utilizando menos materiais. Dessa maneira, o polímero se torna muito valioso na meta da Bridgestone de chegar a 2050 trabalhando com materiais 100% sustentáveis. A utilização da novidade em outros produtos, além de pneus, também será avaliada.