Quarta-feira, 23 de janeiro de 2019
Dólar R$ 3,76
Euro R$ 4,28
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 24 de setembro de 2018 - 10h16
Buonny tem nova unidade situada no Chile
Com a nova filial, a gerenciadora de riscos em transportes amplia sua presença na América Latina

A Buonny Projetos e Serviços de Riscos Securitários, empresa que atua no gerenciamento de riscos para logística e transporte de cargas, acaba de inaugurar uma filial no Chile, localizada na capital do país, Santiago.

A nova unidade apresenta posição estratégica para os negócios da Buonny, pois trata-se de uma importante ponte para o escoamento da produção da América do Sul que precisa chegar até o Oceano Pacífico para seguir para o mercado asiático. Além disso, 95% do transporte de cargas chileno é realizado pelo modal rodoviário, demandando serviços de monitoramento para garantir mais segurança.

Cyro Buonavoglia, presidente do Grupo Buonny, explica que o percurso de uma carga que sai do Brasil até o porto do Chile leva, em média, cinco dias de viagem. Em um mês, são realizados mais de 30 mil embarques vindos do sudeste do Brasil. Já pelas fronteiras, são mais de 800 mil embarques por ano e, considerando as viagens nacionais, ultrapassam 1,2 milhão mensais.

“Diante desse cenário nessa rota, vimos que era necessário expandir as operações e oferecer modernas ferramentas e planos de gestão logística e prevenção de riscos no transporte de cargas”, enfatiza Buonavoglia.

René Ellis, de nacionalidade chilena e com longa experiência no mercado de transportes no país, será o executivo responsável pela nova filial. “O cenário de roubo de cargas mudou muito no Chile desde 2015, com o aumento desse tipo de sinistro. Por isso, precisávamos de toda a expertise da Buonny para possibilitar a eficiência da gestão logística das cargas que saem do Brasil para o Chile, além das que também chegam pelo Pacífico e precisam ser distribuídas no território brasileiro”, analisa o executivo.

Dentre as principais cargas transportadas estão alimentos, grãos, pescados, frutas, vinhos, pecuária, eletrônicos e cobre bruto, que são de alto valor agregado. “Podemos oferecer ao mercado chileno, além de outros países latino-americanos, uma excelente performance logística, maior segurança, desempenho e produtividade”, finaliza Buonavoglia.

Além da nova filial chilena, a Buonny já conta com unidades localizadas em Belo Horizonte, Salvador, Curitiba e Porto Alegre, além da matriz, situada na cidade de São Paulo.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!