Quarta-feira, 23 de janeiro de 2019
Dólar R$ 3,76
Euro R$ 4,28
Tecnologística no LinkedIn
Terça-feira, 13 de novembro de 2018 - 11h54
Paranaguá supera exportação anual de soja, farelo, trigo e óleo vegetal
Números dos dez primeiros meses de 2018 representam crescimento de 13% sobre o acumulado do ano passado

O Porto de Paranaguá (PR) bateu, em apenas dez meses – de janeiro a outubro deste ano –, seu recorde histórico anual de exportação de soja, farelo, trigo e óleo vegetal, com 19,2 milhões de toneladas. A quantidade é 13% maior que a alcançada em todo o ano passado, quando foram exportadas 17 milhões de t dos produtos.

O destaque foi a soja, com 13,2 milhões de t movimentadas nos dez primeiros meses de 2018, número 15% maior que no acumulado de 2017, com 11,4 milhões de t.  Considerando todos os produtos, Paranaguá já alcançou de janeiro a outubro deste ano 86% da movimentação total de 2017, que foi a maior da história do terminal paranaense. O acumulado de 2018 soma 44,4 milhões de t, enquanto o ano passado registrou 51,5 milhões.

Divulgação
Crédito: Ivan Bueno - Appa

O diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Lourenço Fregonese, atribui os resultados ao aumento da capacidade de escoamento pelo porto paranaense, aliado à produtividade do campo. “Nos últimos anos investimos mais de R$ 940 milhões no repotenciamento e na modernização da estrutura física do Porto de Paranaguá. As ações incluíram a troca dos carregadores de navios por equipamentos maiores e com maior capacidade de escoamento de grãos, a construção de novos portões de acesso, instalação de novas balanças e correias transportadoras, além de mudanças no cais, que foi remodelado e dragado”, conta.

Outra preocupação foi desafogar as estradas e vias de acesso ao porto, acabando com as filas de caminhões e aumentando a segurança da comunidade. “Além do sistema Carga Online, que organizou a descarga no pátio de triagem, estamos investindo em obras importantes para os moradores, como a Recuperação da Avenida Bento Rocha e o novo viaduto na entrada da cidade”, completa Fregonese.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!