Sexta-feira, 21 de dezembro de 2018 - 9h39
Novas rotas comerciais reforçam frete marítimo na DHL
Ao todo, são 17 destinos para embarques de cargas fracionadas nas Américas

A DHL Global Forwarding, empresa que atua em fretes aéreos, marítimos e rodoviários, anunciou a incorporação de 17 rotas comerciais para frete marítimo direto destinadas a embarques de cargas fracionadas (less than container load, ou LCL) nas Américas. As novas vias comerciais oferecem mais frequência e confiabilidade, ao mesmo tempo em que auxiliam clientes a reduzir seus inventários. Em 2018, a DHL Global Forwarding também lançou rotas de entrada e saída dos Estados Unidos e da América Latina para a Ásia, Europa e a América Latina.

“Nossos especialistas nos embarques LCL podem fornecer aos clientes serviços de ponta-a-ponta para atender a todas as suas necessidades, sempre assegurando a tranquilidade no transporte, desde a coleta até a entrega e oferecendo excelentes redes de montagem e distribuição tanto na origem quanto no destino”, diz a head de LCL Américas da DHL Global Forwarding, Tara Caputo. A executiva completa dizendo que a DHL sabe a importância de ajudar os clientes a cumprir seus compromissos e prazos.

A DHL Global Forwarding cobre com frete marítimo LCL 45 mil pontos de trânsito e conta com presença em 180 países e territórios, com 4 mil profissionais em mais de 330 localidades. “Por meio da nossa rede global, buscamos constantemente formas de ampliar nossos serviços para oferecer aos nossos clientes uma maior capacidade de supervisão da sua cadeia logística, bem como a redução dos riscos de perdas e danos”, afirma Tara.

Uma das novas rotas comerciais abrange o Brasil e já se encontra em operação, sendo utilizada de Bremen e região, na Alemanha, para o Rio de Janeiro, mas muitas das demais também podem auxiliar empresas que operam aqui a movimentarem suas cargas pelas Américas. “As novas rotas aumentam de forma significativa a oferta de embarques marítimos internacionais para cargas fracionadas na região. Elas facilitam os processos de exportação e importação, conferindo maior competitividade à DHL e sempre com foco nas necessidades dos nossos clientes em um momento em que a economia nacional começa a reagir”, ressalta o diretor do Produto Marítimo da DHL Global Forwarding Brasil, Regis Groppo.