Ibovespa
130.031,58 pts
(0,09%)
Dólar comercial
R$ 4,94
(0,13%)
Dólar turismo
R$ 5,14
(0,12%)
Euro
R$ 5,34
(0,22%)

Gêmeos Digitais: Revolucionando as Redes de Suprimentos

Por Mauro Sampaio em 7 de dezembro de 2023 às 11h50
Mauro Sampaio

As redes de suprimentos modernas enfrentam desafios significativos devido à sua complexidade e globalização. Uma rede de suprimento global típica é composta por cerca de 300 fornecedores, 14 plantas de produção, 42 centros de distribuição e 24 centros de cross-docking para atender a uma demanda de 3.400 produtos diferentes de aproximadamente 234.000 clientes.

Gêmeos Digitais: Revolucionando as Redes de Suprimentos

Essa complexidade gera uma série de obstáculos que afetam a eficiência e a eficácia da gestão da rede de suprimentos. Neste artigo, exploraremos o conceito de 'gêmeo digital' e delinearemos as etapas essenciais para sua implementação bem-sucedida nessas redes complexas.

A Evolução dos Gêmeos Digitais: Da Otimização de Produtos e Processos à Gestão da Rede de Suprimentos

A trajetória da evolução dos gêmeos digitais nas empresas tem sido notável e representa um avanço significativo na gestão e otimização de operações. Inicialmente, os gêmeos digitais foram empregados com o propósito de simular e aprimorar o desempenho de produtos e processos, possibilitando às empresas identificar áreas de melhoria e encurtar significativamente os prazos de desenvolvimento e produção.

Com o sucesso inicial dessas aplicações, as organizações começaram a reconhecer o potencial mais amplo dos gêmeos digitais. À medida que as empresas implementam sistemas de Gestão Empresariais (ERP) com módulos específicos para áreas como produção, suprimentos, logística e vendas, surgiu a necessidade de uma visão integrada de toda a rede de suprimentos. Apenas a implantação destes módulos não é suficiente para a tomada de decisões estratégicas em projeto de rede, transporte, estoques e nível de serviço.

Gêmeos Digitais: Revolucionando as Redes de Suprimentos

Foi nesse ponto que os gêmeos digitais começaram a se expandir para abranger toda a rede de suprimentos. A gestão eficaz da rede de suprimentos torna-se crucial para garantir que os produtos cheguem ao cliente final no momento certo e ao menor custo possível. O gêmeo digital da rede de suprimentos representa uma extensão lógica dessa evolução.

Esse modelo digitalizado oferece uma representação em tempo real do estado da rede de suprimentos, incorporando dados de transporte, estoque, demanda e capacidade. Além disso, ele deve ser dinâmico, adaptando-se e respondendo em tempo real às mudanças no ambiente operacional e de mercado. Ignorar dados precisos sobre interrupções de fornecedores e rotas, reconhecimento avançado de sinais de fornecimento e detecção em tempo real de interrupções pode resultar em lentidão do processo de tomada de decisão e desperdícios.

Gestão de Riscos e Interrupções na Rede de Suprimentos
Um aspecto crítico da implementação de gêmeos digitais é a gestão de riscos. Modelos de simulação dinâmica devem permitir analisar o comportamento da rede de suprimentos ao longo do tempo, calcular o impacto no desempenho de uma interrupção e recomendar um projeto de rede resiliente com base em dados detalhados e em tempo real, além de políticas de controle sujeitas a uma variedade de indicadores de desempenho financeiro, de cliente e operacional.

Integração de Tecnologias e Análise de Dados
A análise de dados desempenha um papel vital nas operações. Um Gêmeo digital deve ser capazes de integrar uma ampla gama de dados, tanto físicos quanto cibernéticos, incluindo informações de sistemas como ERP, RFID, blockchain e outras fontes relevantes. Isso permite uma visão completa e em tempo real das redes de suprimentos e cria a base para a construção de um cenário baseline confiável.

Gêmeos Digitais: Revolucionando as Redes de Suprimentos

Além disso, a aplicação de métodos de otimização desempenha um papel crucial. Esses métodos permitem analisar como a interrupção de elementos estruturais ou a modificação de parâmetros operacionais, como capacidade, afetam os custos e as vendas da cadeia de suprimentos. Essa análise é particularmente valiosa no nível estratégico de tomada de decisões.

A simulação dinâmica entra em cena para avaliar o comportamento da rede de suprimentos ao longo do tempo, considerando o impacto das interrupções. Ela testa estratégias alternativas de processo baseadas em dados detalhados e em tempo real, levando em consideração diversos indicadores de desempenho financeiro, de clientes e operacionais.

Gêmeos Digitais: Revolucionando as Redes de Suprimentos

Modelos híbridos combinam otimização, simulação, e análise de dados ampliam ainda mais a capacidade de analisar políticas de recuperação. Independentemente de serem proativas ou reativas, essas técnicas podem se complementar. Essa integração fornece uma visão completa do processo e suporta o projeto de rede, otimização de transporte, estoques e simulações de recuperação, onde a capacidade e o estoque podem ser ajustados em tempo real.

Considerações Finais
Este texto não apenas explora o conceito de 'Gêmeos Digitais', mas também contribui com um framework para sua implementação bem-sucedida em redes de suprimentos complexas. Os Gêmeos Digitais representam um avanço significativo no projeto e gestão das redes de suprimentos, possibilitando um processo de tomada de decisão orientada por dados que combina simulação, otimização e análise de dados para criar um modelo abrangente. Essa abordagem não só aprimora a resiliência das redes de suprimentos, mas também desempenha um papel crucial no suporte a estratégias de gestão de riscos, tanto proativas quanto reativas. Para os gestores, é essencial considerar a implementação dos Gêmeos Digitais como uma estratégia valiosa para melhorar a eficiência e a adaptabilidade de suas redes de suprimentos. À medida que avançamos em direção a um futuro impulsionado pela Indústria 4.0, a competição não se limita apenas a ser entre redes de suprimentos, mas se estende aos serviços de informação e aos algoritmos de análise de dados que as sustentam.


*Prof. PhD. Mauro Sampaio
Pós-doutorado em Supply Chain Management pelo Fischer College of Business da Ohio State University (OSU-USA) e pela Chalmers University of Technology (CHALMERS-Suécia). Doutor e Mestre em Administração de Empresas pela EAESP/FGV. Engenheiro de Produção-Materiais pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Atualmente Diretor do Supply Chain Lab. e professor adjunto do Departamento de Engenharia de Produção do Centro Universitário FEI Atua profissionalmente como professor, pesquisador e consultor. Seus temas de interesse são: Supply Chain Management e Logística.

Tags artigos
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar