Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

Mercado de veículos comerciais na América Latina em 2023: Chile, Colômbia e Argentina registram queda nas vendas

Vendas de caminhões e ônibus variam, com liderança da Mercedes-Benz no Chile e IVECO e Mercedes-Benz disputando na Argentina
Por Redação em 10 de janeiro de 2024 às 11h12
Mercado de veículos comerciais na América Latina em 2023: Chile, Colômbia e Argentina registram queda nas vendas
Foto: Reprodução/Freepik
Foto: Reprodução/Freepik

O ano de 2023 trouxe desafios distintos para o mercado de veículos comerciais na América Latina, com quedas nas vendas no Chile e Colômbia, enquanto a Argentina viu uma disputa acirrada entre IVECO e Mercedes-Benz.

Chile: Queda nas Vendas com Recuperação no Final do Ano

No Chile, as vendas de caminhões encerraram 2023 em 12.650 unidades, refletindo uma queda de 21,1% em comparação com o ano anterior. A ANAC (Associação Nacional Automotriz do Chile) divulgou dados indicando uma contínua redução nas vendas de março a agosto, com um ponto baixo de 834 unidades em agosto, o pior mês desde 2020. No entanto, houve uma recuperação nos últimos quatro meses do ano.

O segmento de transporte de passageiros também registrou uma ligeira queda de 1,6%, totalizando 3.073 unidades vendidas. A introdução de veículos 100% elétricos para o transporte urbano de passageiros contribuiu para essa diminuição, representando 46% das vendas de ônibus em 2023.

A Mercedes-Benz liderou as vendas de caminhões com 17,9% de participação, seguida pela Volvo, Volkswagen e Scania.

Colômbia: Queda nas Vendas com Desafios Mensais

Na Colômbia, o mercado de veículos comerciais registrou uma queda de 23,5%, com 32.511 unidades vendidas em 2023. O primeiro trimestre apresentou um crescimento de 11,9%, mas as vendas perderam força a partir de abril, com volumes mensais inferiores aos registrados em 2022.

A Chevrolet liderou as vendas de veículos de carga, enquanto a Foton liderou nas vendas de ônibus, impulsionada pela licitação para fornecimento de ônibus elétricos. O mercado de veículos híbridos e elétricos também enfrentou uma queda em 2023.

Argentina: Disputa Aquecida entre IVECO e Mercedes-Benz

Na Argentina, o mercado de veículos comerciais pesados totalizou 14.163 unidades em 2023, uma queda de 3,4% em relação a 2022. A IVECO e a Mercedes-Benz travaram uma disputa rigorosa, com a IVECO liderando por uma estreita margem de 126 unidades.

O modelo IVECO 170 E se destacou como líder de vendas, com 1.684 unidades, seguido pelo Mercedes Atego 1729S. A IVECO consolidou sua posição ao colocar quatro modelos entre os dez primeiros, enquanto a Mercedes-Benz teve seis modelos na lista.

Principais Marcas e Modelos de 2023 na Argentina:

Marcas

1. Iveco - 5.364 unidades
2. Mercedes-Benz - 5.238 unidades
3. Scania - 1.531 unidades
4. Agrale - 681 unidades
5. Volkswagen - 507 unidades
6. Volvo - 407 unidades
7. Hino - 284 unidades
8. Foton - 116 unidades
9. Isuzu - 53 unidades
10. XCMG - 17 unidades

Modelos

1. Iveco 170 E - 1.694 unidades
2. Mercedes-Benz Atego 1729S - 741 unidades
3. Mercedes-Benz Accelo 815 - 690 unidades
4. Mercedes-Benz Atego 1721 - 558 unidades
5. Mercedes-Benz Accelo 1016 - 495 unidades
6. Iveco Stralis - 451 unidades
7. Mercedes-Benz Atego 1729 - 370 unidades
8. Iveco 260 E - 365 unidades
9. Iveco 150 E - 338 unidades
10. Mercedes-Benz OF 1621 - 332 unidades

Em um cenário de desafios e oportunidades, as tendências do mercado de veículos comerciais na América Latina refletem a influência de fatores econômicos e a introdução de tecnologias mais sustentáveis. O setor continua a se adaptar para atender às demandas em constante evolução.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar