Ibovespa
129.418,73 pts
(-0,63%)
Dólar comercial
R$ 4,99
(0,80%)
Dólar turismo
R$ 5,18
(0,71%)
Euro
R$ 5,40
(0,80%)

Exportações da América Latina e do Caribe caem em 2023 devido à reversão nos preços de commodities

A região enfrenta desafios significativos com a desaceleração econômica global e volatilidade nos preços de produtos básicos
Por Raphael Minho em 1 de fevereiro de 2024 às 10h59
Exportações da América Latina e do Caribe caem em 2023 devido à reversão nos preços de commodities
Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay

O cenário econômico da América Latina e do Caribe (ALC) em 2023 foi marcado por uma contração de 2,2% nas exportações, contrastando com o crescimento de 17% observado em 2022. A queda nos preços de commodities foi o principal fator por trás desse declínio, enquanto os volumes de exportação também desaceleraram. 

Desempenho Regional Divergente
No México, as exportações continuam a crescer, impulsionadas pelos envios para os Estados Unidos. Na América Central, houve uma estabilização, enquanto na América do Sul e no Caribe as exportações enfrentaram uma contração. Embora haja alguns sinais de desaceleração na contração, não se vislumbra uma mudança de tendência para a recuperação das vendas externas no curto prazo.

Desafios Persistentes
O lento crescimento da economia mundial tem limitado as possibilidades de resposta à demanda real por exportações da região. Além disso, os preços dos produtos básicos estão sujeitos a uma alta volatilidade, dificultando a previsibilidade e estabilidade nos mercados internacionais.

Impacto na América do Sul e Caribe
A América do Sul e o Caribe foram particularmente afetados pela contração das cotações das matérias-primas. Embora na Mesoamérica as exportações tenham registrado uma variação positiva no agregado, o México e a América Central viram seus envios externos estagnarem.

Perspectivas Desafiadoras
Apesar da desaceleração no último trimestre de 2023, as perspectivas para as exportações da ALC permanecem desafiadoras. A continuidade das políticas monetárias restritivas para conter a inflação, juntamente com eventos geopolíticos como a guerra na Ucrânia e conflitos no Oriente Médio, contribuem para a incerteza.

Cenário Global e Riscos Climáticos
A fragmentação geoeconômica limita o crescimento econômico da região, enquanto eventos climáticos extremos podem aumentar a volatilidade dos preços e criar incertezas em torno do comércio global. Com a continuidade desses desafios, a ALC enfrenta um ambiente complexo e dinâmico que exige adaptação e estratégias robustas para impulsionar suas exportações.


LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar