Ibovespa
119.630,44 pts
(0,41%)
Dólar comercial
R$ 5,43
(0,22%)
Dólar turismo
R$ 5,63
(0,04%)
Euro
R$ 5,83
(0,26%)

Grupo TPC adota novas tecnologias em operações com eletroportáteis

Novidades foram introduzidas em CDs com produtos da SEB e devem proporcionar uma economia de R$ 1,4 milhão
Por Redação em 2 de dezembro de 2016 às 10h24

O Grupo TPC adotou duas novas tecnologias para a armazenagem das cargas do Grupo SEB, companhia de origem francesa que atua globalmente na indústria de eletroportáteis. As operações acontecem nos centros de distribuição de Resende e Itatiaia, ambos no Rio de Janeiro.

Uma das novidades é sistema Double Deep, que permite estocar um dos paletes no fundo da estrutura, exigindo uma empilhadeira de duplo alcance, como a pantográfica. Esse tipo de estrutura aumenta a densidade da estocagem, pois há uma diminuição no número de corredores. Com isso, o TPC conseguiu otimizar o espaço de armazenagem em 28% em relação aos sistema porta-paletes simples.

Já a utilização da estrutura Porta-Paletes Dinâmica permite que a carga seja colocada de um lado da estrutura e, por gravidade e roletes, se movimente até o outro lado, por onde é retirada. Com esse sistema, é possível garantir que o primeiro palete que entra na estrutura seja também o primeiro a sair. “É uma excelente opção para trabalharmos com os produtos que têm data de validade, lotes de fabricação”, explica Eduardo Simaika, gerente de Segmento do Grupo TPC.

Os CDs fluminenses que receberam as novidades somam 49.500 m² e contam com um total de 39.635 posições-palete. De acordo com o próprio TPC, as inovações devem proporcionar uma economia de R$ 1,4 milhão por ano.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar