Ibovespa
120.340,30 pts
(0,59%)
Dólar comercial
R$ 5,44
(0,15%)
Dólar turismo
R$ 5,66
(0,59%)
Euro
R$ 5,85
(0,22%)

Conselho de Administração da VLI terá conselheira independente

Board conta com executivos da Vale, Brookfield, Mitsui e FI-FGTS
Por Redação em 18 de maio de 2022 às 14h00 (atualizado às 14h29)

Eleito para mandato anual até 2023, o Conselho de Administração da VLI conta agora com uma conselheira independente. Trata-se da administradora Mônica Stefanini Herrero. 

Mônica possui mais de 35 anos de experiência profissional, sendo 27 dedicados à Stefanini IT Solutions, onde ocupou a posição de CEO Brasil por muitos anos. Ela tem ampla experiência em inovação e transformação digital, tendo apoiado algumas das maiores empresas do Brasil nessas frentes. 

De acordo com a diretora Jurídica e de Governança Corporativa da VLI, Joyce Andrews, a nova posição representa um avanço que coloca a VLI como uma referência no hall de companhias de capital fechado, uma vez que não possui obrigação legal ou regulatória de ter membros independentes no seu Conselho de Administração. “É um marco para nós contar com a Mônica nessa cadeira e isso reflete que a empresa está atenta ao futuro e à busca constante pelas melhores práticas de governança corporativa”, pontua. 

A escolha do Conselho de Administração da VLI foi aprovada por todos os acionistas (Vale, Brookfield, Mitsui, FI-FGTS e BNDES). O board seguirá presidido pelo executive vice-president of Strategy and Business Transformation da Vale, Luciano Siani Pires. Entre os demais membros titulares estão os representantes dos acionistas da companhia: Fabiano de Carvalho Filho, da Vale; Marcos Pinto Almeida e Bruno Henrique Lopez Lima, da Brookfield; Takeshi Mitsui, da Mitsui, e João Gustavo Haenel Neto, do FI-FGTS.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar