Ibovespa
124.171,15 pts
(-0,17%)
Dólar comercial
R$ 5,24
(-0,50%)
Dólar turismo
R$ 5,45
(-0,56%)
Euro
R$ 5,60
(-0,02%)

Embalagens especiais

Por Redação em 7 de abril de 2005 às 17h20 (atualizado em 12/05/2011 às 15h25)
A Klabin está fornecendo as embalagens de papelão que acondicionam a primeira remessa de carne bovina do Grupo Bertin, maior exportador de carne do País, para a Rússia, que suspendeu em março o embargo à importação de carne brasileira. As caixas que a Klabin fabrica, para embalar este tipo especial de produto devem resistir à grande variação de temperatura, que no interior dos contêneires pode atingir até 24ºC negativos. Também devem manter-se íntegras em ambientes úmidos e, para isso, recebem um revestimento isolante que impede a absorção de água. Alta resistência é outro fator fundamental para que as caixas de papelão, quando empilhadas, suportem compressão de até 1.300 quilos. Segundo o diretor comercial da Klabin Embalagens, Carlos Alberto Masili, a empresa tem liderado todos os desenvolvimentos de embalagem em papelão ondulado no País. "Temos o know-how e a tecnologia para desenvolver embalagens que se ajustam às mais adversas condições devembarque e transporte. Além disso, a Klabin desenvolve caixas que podem ser expostas no ponto de venda, mantendo a imagem e a conservação do produto", afirma. Masili explica que a distribuição geográfica da Klabin, com nove fábricas posicionadas pelo País, permite o fornecimento a clientes em todas as regiões. A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis do Brasil. É líder na produção de papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado (com participação de 20% neste setor) e sacos industriais. Em 2004, a Klabin registrou receita bruta de R$ 3,2 bilhões. As expectativas da empresa para 2005 são de crescimento contínuo tanto no mercado externo quanto no doméstico. Dentro desse contexto, em 2004 foi anunciado projeto que tem como objetivo aumentar a capacidade total de produção de papéis e cartões para embalagens da empresa, passando dos atuais 1,5 milhão de toneladas/ano para 2 milhões de toneladas anuais. O investimento previsto é de cerca de US$ 500 milhões. A companhia exporta seus produtos para 52 países de todos os continentes. Em 2005, continuará focando o mercado externo e tem como objetivo aumentar a participação das receitas de exportações dos atuais 30% para 40%. Responsável por 62% da produção de kraftliner (papéis para embalagem) do País, a Klabin é também o maior exportador brasileiro desse setor, respondendo por 87% das exportações. A empresa responde ainda por 6% do mercado internacional desse produto. www.klabin.com.br
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar