Ibovespa
122.636,96 pts
(1,07%)
Dólar comercial
R$ 5,39
(-0,92%)
Dólar turismo
R$ 5,60
(-1,09%)
Euro
R$ 5,79
(-0,51%)

Segmento de transportadoras tradicionais no Brasil bate recorde de transações em 2022

Setor foi beneficiado com o aumento do consumo
Por Raphael Minho em 3 de março de 2023 às 10h45 (atualizado às 10h46)
Segmento de transportadoras tradicionais no Brasil bate recorde de transações em 2022

O segmento de transportadoras tradicionais apresentou um número recorde de transações em 2022, com diversas operações no setor de entregas rápidas no Brasil, de acordo com o Relatório de Transações de Transportes e Logística elaborado pela Connect Finanças Corporativas. Entre os principais motivos para o desempenho está o aumento do consumo como resultado de ações sociais do governo federal para distribuição de renda.

"Essas iniciativas de renda mínima [...] são um incentivo muito grande para o consumo. Isso faz com que o setor se beneficie com um movimento de econômico de bens de consumo e pode trazer o interesse de investidores nesse segmento", explica o sócio da Connect Ernani Mercadante à Tecnologística.

Influência da pandemia de Covid-19
Para Mercadante, a pandemia do novo coronavírus teve grande influência no segmento de transporte de cargas, fazendo crescer o número de pedidos e entregas como consequência do confinamento. “Com essas novas tendências de home office, das pessoas saírem menos de casa, toda a estrutura de entrega de produtos, desde alimentos até compras on-line, elas explodiram. As pessoas começaram a comer mais em casa e comprarem menos em lojas [físicas]”, contextualiza.

LEIA TAMBÉM: Participação de investidores estrangeiros aumenta pela 1ª vez em 5 anos na logística brasileira

Com esse novo padrão de comportamento da sociedade, houve uma necessidade das empresas se adaptarem às novas tendências de consumo.

"A gente observou um interesse muito grande pelas empresas de entrega e houve uma procura muito grande pelas empresas de tecnologia, que dão suporte para a estrutura de entrega, que é mais complexa por ser muito pulverizada", afirma Mercadante.

Segmento de transportadoras tradicionais no Brasil bate recorde de transações em 2022

Segundo Ernani Mercadante, isso justificaria algumas transações como empresas de varejo comprando empresas de logística ou de tecnologia, como a Amazon que comprou uma fatia da transportadora Total Express, a Via que adquiriu a empresa de logística CNT e a Lojas Renner que garantiu a compra da logtech Uello, que é uma empresa startup focada em logística urbana.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar