Ibovespa
129.200,70 pts
(0,09%)
Dólar comercial
R$ 5,48
(0,92%)
Dólar turismo
R$ 5,68
(0,66%)
Euro
R$ 5,99
(1,18%)

AMAGGI implementa caminhões movidos a B100 em parceria com Scania

Primeira entrega de veículos ocorreu na fábrica da Scania em São Bernardo do Campo
Por Redação em 28 de maio de 2024 às 7h49
AMAGGI implementa caminhões movidos a B100 em parceria com Scania
Foto: Divulgação/Scania
Foto: Divulgação/Scania

A AMAGGI iniciou o uso de biodiesel puro (B100) em sua frota rodoviária. A entrega dos primeiros caminhões adaptados para o biocombustível ocorreu na última terça-feira (21), na fábrica da Scania, em São Bernardo do Campo (SP). Os veículos serão destinados a Mato Grosso, base da frota da empresa, com suporte diário das operações realizado pela Casa Scania Rota Oeste. Esta é a principal compra de caminhões B100 da Scania na América Latina e uma das maiores globalmente para um único cliente.

A AMAGGI passa a ter a maior frota rodoviária do setor agrícola abastecida exclusivamente com o combustível sustentável. A frota B100, produzida pela própria empresa a partir de óleo degomado de soja, integra a estratégia de sustentabilidade e redução de emissões de CO2, seguindo compromisso da companhia com a redução das mudanças climáticas.

O biodiesel é uma alternativa aos combustíveis fósseis, reduzindo a pegada de carbono em aproximadamente 99%, segundo o GHG Protocol. A nova frota inclui 101 veículos Euro 6 movidos a B100, sendo 100 do modelo 500 R 6x4 Super e um do modelo 500 R 6x2 Super, destinado ao transporte do biocombustível. Os motores atendem à nova lei de redução de emissões de poluentes, em vigor desde janeiro de 2023.

Além dos caminhões movidos a B100, a AMAGGI adquiriu 250 caminhões 560 R 6x4 Super, com entrega já iniciada. Esses veículos oferecem até 28% de economia de combustível em relação à geração anterior, com maior eficiência energética e menores emissões de gases poluentes.

Os caminhões operarão no trecho entre o Norte de Mato Grosso e o terminal de Miritituba, no Pará, transportando grãos. A base da frota da AMAGGI está em Matupá (MT), onde os veículos serão abastecidos com B100, e onde a Casa Scania Rota Oeste abriu uma filial para atender a demanda local.

Produção e Uso do Biodiesel B100
O biodiesel B100 da AMAGGI é produzido a partir de óleo de soja degomado em sua fábrica localizada em Lucas do Rio Verde (MT). A planta, que entrou em operação no ano passado, tem capacidade de produção de 338 mil m³ de biodiesel por ano. Além das embarcações fluviais, a AMAGGI começará a usar o B100 em maquinário agrícola na Fazenda Sete Lagoas, em Diamantino (MT), em parceria com a John Deere.

Crescimento do Biodiesel no Brasil
No Brasil, o uso de biodiesel na matriz energética está em expansão. Desde abril deste ano, o percentual obrigatório de adição de biodiesel ao diesel é de 14%, com previsão de aumento para 15% no próximo ano, conforme decisão do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar