Ibovespa
129.374,20 pts
(-0,67%)
Dólar comercial
R$ 4,99
(0,72%)
Dólar turismo
R$ 5,18
(0,71%)
Euro
R$ 5,40
(0,73%)

Brasil registrou a menor taxa de vacância em condomínios logísticos desde 2016, revela pesquisa da Colliers

Preço médio dos condomínios logísticos no segundo trimestre de 2023 foi de R$ 23,80/m²/mês
Por Redação em 25 de julho de 2023 às 11h49
Brasil registrou a menor taxa de vacância em condomínios logísticos desde 2016, revela pesquisa da Colliers
Foto: Divulgação / Colliers
Foto: Divulgação / Colliers

A Colliers, empresa global de serviços imobiliários e administração de investimentos, acaba de divulgar a pesquisa do 2º trimestre de 2023 sobre o mercado de condomínios logísticos no Brasil. Segundo o levantamento, abril, maio e junho de 2023 foram marcados pela menor taxa de vacância já registrada nos últimos sete anos, atingindo a marca de 9,5%.

A pesquisa revela que a absorção bruta no segundo trimestre foi de quase 842 mil m² e que São Paulo foi responsável por aproximadamente 51% do inventário locado, seguido por Rio de Janeiro, com 8%, Santa Catarina e Minas Gerais, com 7% cada, e Bahia, com 5,89%. Ao menos 5 locações foram acima de 30 mil m². As principais locações foram para as empresas de alimentos, veículos, transporte, logística e varejo.

As devoluções tiveram uma queda expressiva comparada ao primeiro trimestre de 2023. No primeiro trimestre foram devolvidos 656 mil m². Já no segundo, foram devolvidos 364 mil m², uma queda de 44%.

O inventário entregue entre abril e junho de 2023 acrescentou 286 mil m² ao inventário existente. As novas entregas se concentram nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Bahia, Alagoas, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Paraná.

"Assim como observado no primeiro trimestre de 2023, o mercado de condomínios logísticos de alto padrão segue aquecido. A taxa de vacância é a menor já registrada, desde 2016. Somente três estados registraram taxa de vacância superior a 15%, sendo eles Pará, Rio de Janeiro e Bahia, enquanto seis estados registraram 0% de taxa de vacância", comenta Ricardo Betancourt, Executive Chairman da Colliers.

O preço médio pedido dos condomínios logísticos no Brasil apresentou alta nos últimos meses, encerrando o segundo trimestre em R$ 23,80/m²/mês. O estado do Paraná registrou o maior preço médio pedido no país, R$29,70/ m²/mês, seguido por Bahia e Amazonas, com 29,00/m²/mês e R$ 28,00/m²/mês, respectivamente.
 

Projeção

A previsão de entrega para 2023 e 2024 no segundo trimestre é de aproximadamente 2.980 mil m². A região Sudeste deve receber 71% deste inventário previsto, seguido pelo Nordeste, 16%, Sul e Centro-Oeste, ambos com menos de 5%.

A projeção da Colliers é de que mais de 16.791 mil m² em projetos devem ser lançados. Mais uma vez, a região Sudeste deve receber o maior inventário, aproximadamente 69%.

 

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar