Ibovespa
128.150,71 pts
(-0,10%)
Dólar comercial
R$ 5,10
(-0,55%)
Dólar turismo
R$ 5,32
(-0,28%)
Euro
R$ 5,55
(-0,49%)

Governo do RS estuda contrato emergencial para gestão logística

Medida visa otimizar transporte de itens prioritários em meio à crise
Por Redação em 15 de maio de 2024 às 7h46
Governo do RS estuda contrato emergencial para gestão logística
Foto: Fernando Dias/SEAP
Foto: Fernando Dias/SEAP

O governo do Rio Grande do Sul está avaliando a possibilidade de firmar um contrato emergencial com uma empresa para gerenciar a logística no estado. O objetivo é agilizar o transporte de itens prioritários nas cidades gaúchas, facilitando a distribuição dos mantimentos, equipamentos, colchões e insumos hospitalares, que já ultrapassam 50 toneladas.

De acordo com fontes do governo ouvidas pela CNN, a situação é comparada a uma "logística de guerra", dada a grande quantidade de recursos mobilizados. Atualmente, 41 aeronaves, 340 embarcações e quase 30 mil agentes públicos estão envolvidos na operação.

No último domingo, o governador Eduardo Leite (PSDB) se reuniu com representantes do setor para discutir possíveis soluções. Segundo interlocutores do governador, diversas opções estão sendo estudadas para viabilizar a entrega e distribuição das doações.

Com o intuito de facilitar o transporte de doações e insumos, foram criadas duas estradas provisórias, conhecidas como "corredor solidário". Uma delas, na BR-116, agiliza o transporte de insumos até o Vale dos Sinos, enquanto a outra, na BR-118, na região metropolitana de Porto Alegre, foi resultado de uma ação conjunta entre o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) e a prefeitura da capital gaúcha, que derrubou uma passarela para permitir a passagem dos veículos.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar