Ibovespa
120.340,30 pts
(0,59%)
Dólar comercial
R$ 5,44
(0,15%)
Dólar turismo
R$ 5,66
(0,59%)
Euro
R$ 5,85
(0,22%)

Aena vence leilão e investirá R$ 5,8 bi em Congonhas e mais dez aeroportos

Somente no terminal paulista, estão previstos R$ 3,3 bilhões em investimentos
Por Redação em 19 de agosto de 2022 às 14h10 (atualizado em 22/08/2022 às 9h17)

A operadora espanhola Aena Desarrollo Internacional venceu o leilão do bloco com maior previsão de investimentos da sétima rodada de concessões aeroportuárias do governo federal, realizada ontem, dia 18 de agosto, na B3, em São Paulo.

O bloco inclui os aeroportos de Congonhas (SP), Uberlândia (MG), Uberaba (MG), Montes Claros (MG), Campo Grande (MS), Corumbá (MS), Ponta Porã (MS), Santarém (PA), Marabá (PA), Parapueba (PA) e Altamira (PA). A empresa já opera no Brasil administrando os aeroportos de Recife, Maceió, João Pessoa, Campina Grande, Aracaju e Juazeiro do Norte (CE).

Pelos próximos 30 anos, a Aena investirá R$ 5,8 bilhões nos 11 aeroportos. O valor da outorga foi de R$ 2,4 bilhões, com ágio de 231% em relação ao estabelecido em edital. 

Destaque da rodada, o Aeroporto de Congonhas receberá R$ 3,3 bilhões do total previsto para o bloco. Somente em Minas Gerais, a previsão de investimento é de R$ 920 milhões enquanto durar o contrato. Para o Mato Grosso do Sul, a fatia pode passar de R$ 804 milhões. Por fim, no Pará devem ser investidos cerca de R$ 729 milhões.

Além disso, o fundo de investimento XP Infra IV arrematou os aeroportos de Campo de Marte (SP) e Jacarepaguá (RJ), voltados à aviação geral, por R$ 141,4 milhões, com investimentos previstos da ordem de R$ 560 milhões. Já o consórcio Novo Norte Aeroportos aportou R$ 125 milhões no bloco Norte II e deve aplicar R$ 875 milhões nos terminais de Belém e Macapá enquanto durar o contrato.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar