Ibovespa
118.685,10 pts
(-0,43%)
Dólar comercial
R$ 5,41
(0,55%)
Dólar turismo
R$ 5,62
(0,71%)
Euro
R$ 5,80
(0,72%)

Minfra assina arrendamentos que garantem cerca de R$ 1 bi em investimentos

Arrendatários atuarão em terminais nos portos de Suape, Santos e Areia Branca
Por Redação em 24 de agosto de 2022 às 14h00 (atualizado às 15h41)

O Ministério da Infraestrutura assinou, na última semana, três contratos de arrendamento de terminais portuários que representam a injeção de R$ 988 milhões em investimentos privados no setor portuário brasileiro. 

Os arrendatários são o consórcio SUA Granéis, que administrará o terminal de Suape (PE), a Cofco Internacional Brasil, responsável pelo STS 11, em Santos (SP), e a Intermarítima Portos e Logística, vencedora do leilão do Terminal Salineiro de Areia Branca (Tersab), no Rio Grande do Norte. Todos os contratos têm duração de 25 anos. 

Suape é um terminal de porte médio que movimenta granéis vegetais como trigo, milho, açúcar e especialmente malte e cevada, além de granéis minerais como de coque de petróleo e carga geral. Por já contar com os equipamentos relevantes para a realização das operações, o arrendatário deverá investir de R$ 59,8 milhões em melhorias pontuais de infraestrutura. 

Já o STS11 receberá R$ 764,8 milhões em investimentos na área brownfield de 98.159 m2. O terminal armazena granéis sólidos vegetais, especialmente açúcar, grãos de soja, milho e farelo de soja.

O Tersab, por fim, por onde passa todo sal marinho produzido no Brasil, receberá investimentos de R$ 164,11 milhões para compra de equipamentos, dragagem de aprofundamento do canal de acesso e recuperação do pátio de estocagem, fazendo com que a capacidade do terminal passe de 90 mil para 150 mil toneladas.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar