Ibovespa
119.662,38 pts
(0,08%)
Dólar comercial
R$ 5,38
(0,28%)
Dólar turismo
R$ 5,58
(0,03%)
Euro
R$ 5,76
(-0,05%)

Terminal Portuário São Luís movimenta 4,7 milhões de toneladas

Estrutura, administrada pela VLI, registrou a marca nos dez primeiros meses do ano
Por Redação em 9 de dezembro de 2022 às 11h38
Terminal Portuário São Luís movimenta 4,7 milhões de toneladas

A VLI, companhia de soluções logísticas que opera ferrovias, portos e terminais, informa que o Terminal Portuário São Luís (TPSL), superou, entre janeiro e outubro de 2022, o volume de cargas movimentado ao longo de todo o ano de 2021. Nos últimos dez meses, o acumulado alcançou a marca de 4,7 milhões de toneladas, ultrapassando em 6% o total transportado no período de janeiro a dezembro de 2021, que foi de 4,4 milhões de t.

O crescimento da movimentação de cargas no TPSL, administrado pela VLI, foi impulsionado pelo alinhamento da equipe do terminal ao planejamento estratégico elaborado no início de 2022, com foco na maximização da utilização e da rentabilidade dos ativos da companhia.

Leia mais: VLI inicia operação em novo corredor de fertilizantes da FCA

De acordo com a empresa, a partir da realização do estudo multidisciplinar focado na experiência do cliente, que envolveu as equipes de operação, comercial e manutenção, foi possível otimizar a utilização dos recursos operacionais, aumentando a capacidade de transporte.

“A produção do Arco Norte está crescendo e a VLI trabalha para apoiar os produtores da região com excelência operacional. Elaboramos uma estrutura focada no atendimento das necessidades do cliente e aumentamos a estabilidade da nossa operação. Para o cliente, isso se traduz em confiabilidade nos prazos de embarque e desembarque de cargas e, para a VLI, em mais eficiência na operação, o que contribuiu para o crescimento dos resultados”, destaca o diretor de Operações do Corredor Norte, Daniel Schaffazick.

A companhia divulga que entre as cargas movimentadas no TPSL estão soja, milho, gusa, manganês e minério, que têm origem no Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia e Pará chegam ao terminal por meio da concessão da VLI do tramo norte da Ferrovia Norte-Sul (FNS) e pela Estrada de Ferro Carajás (EFC), onde a companhia opera por direito de passagem. As operações acontecem integralmente pelas ferrovias e são conectadas com os Terminais Integradores de Palmeirante (TIPA), Porto Franco (TIPF) e Porto Nacional (TIPN), também operados pela VLI.

Leia mais: VLI recebe do Minfra prêmio de empresa mais inovadora do setor ferroviário

Com localização geográfica estratégica em relação ao Hemisfério Norte e a proximidade com o Porto do Itaqui (MA), o Terminal Portuário de São Luís é um importante ativo para exportação da produção brasileira destinada aos mercados da Europa e Estados Unidos.

TPSL

Com capacidade de armazenagem de 203 mil t, o Terminal Portuário São Luís possui, afirma a VLI, uma infraestrutura que viabiliza o escoamento das cargas. A estrutura é composta por um píer de atracação com 280 metros de comprimento e profundidade de 18 m, cinco silos e dois armazéns de estocagem de grãos, além de três pátios de ferro gusa e um pátio de estocagem de manganês.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar