Ibovespa
125.124,30 pts
(0,75%)
Dólar comercial
R$ 5,20
(-0,96%)
Dólar turismo
R$ 5,41
(-1,20%)
Euro
R$ 5,54
(-0,86%)

Ministério dos Transportes define data de leilão de rodovias no Paraná

Primeiro lote será concedido em agosto deste ano
Por Redação em 15 de maio de 2023 às 8h00
Ministério dos Transportes define data de leilão de rodovias no Paraná
Foto: Divulgação/Governo do Paraná
Foto: Divulgação/Governo do Paraná

Após muitos debates nos últimos sobre as concessões das rodovias paranaenses, o primeiro lote do sistema rodoviário já tem data de lançamento de edital e de leilão marcados. Esse será o primeiro certame com a nova política de outorgas, o que permite um menor preço de tarifa de pedágio e garante os investimentos privados necessários para ampliação e manutenção das rodovias.

O edital do lote 1 foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) na última sexta-feira (12). A previsão é que o leilão ocorra no dia 25 de agosto na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo.

A nova modelagem consiste em um leilão por menor tarifa, sendo que não há necessidade de pagamento de aporte em caso de até 18%. Acima desse percentual, a contribuição será necessária. O investimento por menor tarifa exige, por exemplo, que o recurso seja usado na própria concessão para assegurar o andamento da execução das obras ao longo da rodovia, com pedágios mais baratos aos usuários.

"A concessão vai impulsionar as possibilidades do estado de elevar a competitividade, garantindo escoamento dos produtos paranaenses e mais acesso aos mercados brasileiros. Isso significa novos postos de trabalho, mais renda para o estado e melhoria da condição de vida das pessoas", afirmou o ministro dos Transportes, Renan Filho. A expectativa é que 620 mil empregos diretos, indiretos e efeito-renda com a concessão.

A pasta prevê investimento privado de R$ 7,9 bilhões no lote 1. Ao somar o primeiro lote com o lote 2, que terá suas datas anunciadas em breve, o montante chega a R$ 18,6 bilhões para os 30 anos de contrato.

"Isso significa dizer que o Paraná sozinho vai receber um investimento quase igual ao que o país com recursos públicos vai fazer em todo território brasileiro este ano", disse o ministro. Em 2023, o Ministério dos Transportes tem aproximadamente R$ 21 bilhões disponíveis para as rodovias e ferrovias brasileiras.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar