Ibovespa
126.415,22 pts
(-0,14%)
Dólar comercial
R$ 5,63
(0,76%)
Dólar turismo
R$ 5,84
(0,69%)
Euro
R$ 6,12
(0,90%)

Thyssenkrupp Uhde Chlorine Engineers assina contrato de fornecimento com a Shell

Denominado Hydrogen Holland I, projeto estabelece a instalação de uma planta de 200 MW no Porto de Rotterdam
Por Redação em 2 de fevereiro de 2022 às 11h07
 Thyssenkrupp Uhde Chlorine Engineers assina contrato de fornecimento com a Shell

A Thyssenkrupp Uhde Chlorine Engineers assinou um contrato de fornecimento com a Shell para o projeto de larga escala chamado Hydrogen Holland I no Porto de Rotterdam, na Holanda. Com a ação, a thyssenkrupp Uhde Chlorine Engineers vai desenvolver, produzir e instalar uma planta de 200 MW com base em seu módulo de eletrólise de água alcalina de 20 MW de larga escala.

O trabalho de construção dos eletrolisadores deve começar no primeiro semestre deste ano. A decisão final de investimento da Shell para construir o Holland Hydrogen I está prevista para 2022, com o início da produção programada para 2024.

“Estamos ansiosos para apoiar a construção de um importante hub de hidrogênio na Europa Central e contribuir para a transição da Europa para a energia verde. Com o nosso tamanho de módulo padrão de larga escala, fortaleceremos ainda mais a estratégia de hidrogênio da Shell. A parceria combina perfeitamente nossa excelência em engenharia com a competência da Shell, um dos maiores players globais de energia”, diz o Head de Hidrogênio Verde da thyssenkrupp Uhde Chlorine Engineers, Christoph Noeres.

O centro das instalações do projeto Hydrogen Holland I será em uma área de dois hectares. O hidrogênio verde será produzido para a indústria e o setor dos transportes, sendo toda a eletricidade proveniente do parque eólico offshore Hollandse Kust (Noord), com garantias de origem de energia limpa. O hidrogênio pode ser transportado por meio de um duto com cerca de 40 quilômetros de extensão que vai da usina até o Parque de Energia e Produtos Químicos da Shell em Rotterdam. Ser carbono neutro é a prioridade número um para a planta – materiais de construção reutilizáveis serão aplicados sempre que possível e painéis solares serão incorporados nas paredes externas do polo.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar