Ibovespa
119.936,02 pts
(-1,40%)
Dólar comercial
R$ 5,41
(0,86%)
Dólar turismo
R$ 5,59
(0,38%)
Euro
R$ 5,84
(1,48%)

Basf vai construir fábrica para reciclagem de baterias na Alemanha

Planta vai promover a economia circular e a redução de emissões de CO2
Por Redação em 21 de julho de 2022 às 12h30 (atualizado em 22/07/2022 às 16h30)

A Basf anunciou que vai construir uma planta para reciclagem de baterias em escala comercial em Schwarzheide, na Alemanha. O investimento fortalece a produção de materiais catódicos ativos e o centro de reciclagem da Basf no município. 

De acordo com a própria companhia, o site é um local ideal para o desenvolvimento de atividades de reciclagem de baterias devido à presença de muitos fabricantes de carros elétricos e produtores de células na Europa central. A unidade vai criar cerca de 30 novos postos de trabalho de produção, com início de operação previsto para o início de 2024.

A produção de massa negra é o primeiro passo no processo de reciclagem das baterias e se baseia no tratamento mecânico delas. A massa negra produzida contém altas quantidades dos principais metais utilizados para produzir materiais catódicos ativos: lítio, níquel, cobalto e manganês. Trata-se da matéria-prima para a refinaria hidrometalúrgica comercial de reciclagem de baterias que a Basf planeja construir em meados desta década.

“Com o investimento na planta de massa negra de reciclagem de baterias em escala comercial damos o próximo passo para estabelecer na Basf toda a cadeia de valor de reciclagem de baterias. Isso nos permite otimizar o processo de reciclagem de ponta a ponta e reduzir a pegada de CO2”, afirma Peter Schuhmacher, presidente da divisão de Catalisadores da companhia.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar