Ibovespa
119.293,04 pts
(-0,17%)
Dólar comercial
R$ 5,43
(0,82%)
Dólar turismo
R$ 5,63
(0,84%)
Euro
R$ 5,83
(1,09%)

Scania traz gama de caminhões pesados Super para o Brasil

Veículos lançados na Europa no final de 2021 permitem até 8% de economia de combustível
Por Redação em 13 de outubro de 2022 às 15h00 (atualizado às 15h08)
Scania traz gama de caminhões pesados Super para o Brasil

A Scania anunciou que a gama de caminhões Super começará a ser vendida no Brasil. As entregas vão começar a partir de fevereiro de 2023. Portanto, os novos veículos chegarão ao país pouco mais de um ano depois de lançados na Europa. O Scania Super é a mais recente aposta da fabricante sueca para alcançar metas de descarbonização baseadas na ciência e integra o aporte de 2 bilhões de euros na Europa e de cerca de R$ 1 bilhão na fábrica de São Bernardo do Campo (SP).

Para atender à fase P8 do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve), equivalente à lei europeia Euro 6, a Scania definiu duas estratégias: ter uma nova linha de motores P8/Euro 6 que atendem todos os segmentos de atuação com economia de diesel de 2% sobre a geração atual e criar uma nova gama dentro da categoria dos pesados, a Super, para elevar ainda mais o patamar de resultados dos clientes que atuam nas faixas de potência mais vendidas do mercado. 

Os motores Super disponíveis são de quatro potências (420, 460, 500, 560cv), que desenvolvem, respectivamente, torques de 2.300Nm, 2.500Nm, 2.650Nm e 2.800Nm. O ganho prático dos três primeiros modelos foi de 150Nm em relação à geração atual e de 100Nm na versão de 560cv. 

Dentre as novidades do propulsor Super estão o aumento da pressão de pico no cilindro para 250bar, duplo comando de válvulas no cabeçote​, fricção reduzida dos componentes internos e melhorias da lubrificação, refrigeração e da eficiência do turbo compressor. ​A gama Scania Super ainda dispõe, de série para todas as versões, do freio de cabeçote CRB (do inglês Compression Release Brake), que garante melhor desempenho de frenagem auxiliar do propulsor (capacidade de 350Kw) e não necessita de manutenção. O freio hidráulico auxiliar Scania Retarder permanece opcional e juntos podem chegar a 850Kw de potência de frenagem. 

Outro grande benefício do Scania Super está na introdução de série da nova unidade de otimização do tanque de combustível. O recurso, exclusivo da Scania para esses modelos, foi chamado de FOU (Fuel Optimization Unit) e funciona como um tanque de captura capaz de garantir a utilização máxima do combustível.

O sistema de tratamento de gases Euro 6 SCR (Selective Catalytic Reduction ou Redução Catalítica Seletiva) passa a utilizar uma dupla dosagem do reagente Arla 32 (um logo no coletor de escape e o outro no silencioso) e do filtro de particulado do diesel (DPF) para atender a lei Proconve P8. Esse filtro, quando abastecido com diesel S10 e o novo lubrificante da linha Euro 6, aumenta os intervalos de troca para operações de longa distância. 

Para a linha de caminhões Euro 6, os novos motores foram redesenhados para otimizar a lubrificação de todo o conjunto. Com isso, passarão a utilizar lubrificantes de última geração com tecnologia de redução de atrito, que, aliados a tecnologia exclusiva dos planos flexíveis, irão reduzir significativamente a necessidade de paradas para manutenção em até 50% na comparação com a geração atual. 

A gama Scania Super também será equipada com as novas caixas de transmissão automatizada Opticruise de nova geração. Os modelos Super 420cv e 460cv levarão a caixa de câmbio G 25. Já as versões de 500cv e 560cv terão a G 33. 

Ainda falando na configuração do veículo, os modelos rígidos ganham também várias novas posições de montagem dos tanques, de combustível e de Arla 32, permitindo melhor distribuição do peso no chassi (mais próximo do eixo traseiro) e proporcionando maior carga útil. 

“Estamos continuando a evolução para manter a liderança na transição a um sistema de transporte mais sustentável. O Scania Super chega com motores P8/Euro 6 de uma plataforma ainda mais moderna – proporciona até 8% de economia –, tem potências próprias e um exclusivo e novíssimo trem de força”, explica Silvio Munhoz, diretor geral das Operações Comerciais da Scania no Brasil. “Não se tem registro no mercado, na faixa de potência de 420cv a 560cv, de uma solução de transporte que entregará tanta eficiência energética e um menor custo total de operação como o Scania Super. Nossa visão holística do setor está sendo elevada a um novo patamar e ficará ainda mais completa com futuras outras novidades”.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar