Ibovespa
126.113,73 pts
(-0,24%)
Dólar comercial
R$ 5,65
(-0,16%)
Dólar turismo
R$ 5,86
(-0,14%)
Euro
R$ 6,13
(-0,10%)

ESales lança solução para gestão de logística reversa

Tecnologia já está em uso em empresas do mercado farmacêutico
Por Redação em 18 de novembro de 2022 às 14h30 (atualizado às 14h30)

A ESales apresenta ao mercado o gerenciador de devolução e ressarcimento de cargas. O lançamento focado em logística reversa foi desenvolvido a partir da necessidade de clientes da companhia, que realizavam esse controle manualmente, por e-mail ou tabelas.

A solução tem como objetivo reduzir os danos materiais, a reincidência de erros e assegurar o reembolso quando a carga é prejudicada por transportadoras durante o trajeto.

“A plataforma integra o fluxo de informações entre embarcador e transportador para facilitar o controle de avarias. O transportador responde a um SLA, que ele pode julgar OK ou não. Então, o embarcador vai decidir se vai cobrar o prejuízo da outra parte ou se o problema ocorreu na própria operação”, detalha Thiago Miranda, product owner da ESales.

O gerenciador de devolução e ressarcimento estava em fase piloto desde fevereiro. Lançado agora oficialmente, ele já atende empresas do setor farmacêutico. Em pouco tempo de uso, esses clientes já percebem resultados positivos, como tempo de reação mais rápido, histórico de cobranças registrado, aumento nos ressarcimentos e otimização de processos. 

“Os relatórios produzidos no final do mês sobre a performance das transportadoras são baseados no SLA. Isso é bem importante para fazê-las cumprir o seu dever de entrega e resposta aos incidentes dentro dos prazos, o que indiretamente gera um aumento na qualidade dos serviços prestados aos embarcadores”, explica o Architecture Team leader da ESales, Danilo Pimentel.

Segundo o CRO da ESales, Voltér Trein, a plataforma é um investimento inteligente em especial para o segmento farmacêutico, mas também pode ser implementada em outras áreas do mercado. “Produtos de higiene pessoal, limpeza, móveis e eletrodomésticos, por exemplo, são itens de longa duração. Medicamentos, por outro lado, têm como característica marcante prazos de validade mais curtos, o que exige uma agilidade ainda maior na logística. Produtos perecíveis, em geral, precisam de uma solução como essa. O mercado de laticínios e derivados, por exemplo, pode ser profundamente beneficiado pela interface”, analisa.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar