Ibovespa
131.689,38 pts
(1,61%)
Dólar comercial
R$ 4,93
(-0,97%)
Dólar turismo
R$ 5,14
(-0,90%)
Euro
R$ 5,35
(-1,00%)

Sistema Softrack promete reduzir em 98% risco de acidentes de trabalho com empilhadeiras

Laudo elaborado com base na NR12 comprova eficiência do checklist eletrônico na gestão segura do equipamento
Por Redação em 7 de junho de 2023 às 9h16
Sistema Softrack promete reduzir em 98% risco de acidentes de trabalho com empilhadeiras
Foto: Divulgação/Softrack
Foto: Divulgação/Softrack

A Softrack lançou no mercado um sistema que promete reduzir em 98% risco de acidentes de trabalho com empilhadeiras. De acordo com a empresa, uma laudo técnico emitido pela AMC Engenharia Industrial Ltda, com base na NR12 e ABNT NBR 12.100 em uma apreciação de riscos comparada, comprova que o uso do sistema Softrack na gestão de empilhadeiras e outros equipamentos para a movimentação interna de materiais é eficaz na redução dos riscos.

A NR12 (Norma Regulamentadora 12) apresenta os requisitos mínimos para prevenção de acidentes e doenças do trabalho em máquinas e equipamentos que tenham ação não humana em sua operação, abrangendo desde a etapa de projeto, fabricação, comercialização e importação das máquinas e equipamentos até sua efetiva utilização.

Segundo a empresa, o sistema Softrack exige que pontos como vencimentos de licenças e manutenções sejam verificados de maneira quase contínua, com registro eletrônico das condições e possibilidade de bloqueio do equipamento ou impedimento de uma pessoa inabilitada de operá-lo.

"O sistema Softrack consiste, basicamente, no gerenciamento da máquina através de checklists feitos antes e após o equipamento ser ligado, havendo a necessidade de o operador responder a determinadas perguntas cuidadosamente selecionadas que proporcionam a conferência das conformidades existentes, fazendo com que se tenha, então, quando conformes, o uso correto da máquina. Caso apresente determinadas não conformidades em algumas das etapas realizadas, há o bloqueio do equipamento, sendo necessário o consentimento de um outro profissional responsável. Isso possibilita à empresa aumentar a segurança no trabalho através do checklist eletrônico e garantir a transparência na operação", explica a Softrack em comunicado.

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar