Ibovespa
130.031,58 pts
(0,09%)
Dólar comercial
R$ 4,94
(0,13%)
Dólar turismo
R$ 5,14
(0,12%)
Euro
R$ 5,34
(0,22%)

Verda lança plataforma que permite operadores logísticos oferecerem serviços de carbono neutro

Plataforma promete converter sustentabilidade em receita para empresas do setor
Por Raphael Minho e Shirley Simão em 11 de julho de 2023 às 9h53
Verda lança plataforma que permite operadores logísticos oferecerem serviços de carbono neutro
Foto: Reprodução/Freepik
Foto: Reprodução/Freepik

O Acordo de Paris, assinado por mais de 190 países, entre eles o Brasil, impõe que os países signatários estabeleçam regulações para que suas economias alcancem a condição de carbono neutro até 2050. Devido ao alto investimento necessário até o fim do prazo, a Verda lançou no mercado um software para operadores logísticos e transportadoras atenderem as regulações resultantes do acordo.

De acordo com a Verda, a plataforma denominada como Eco Transportation gera receita incremental para as empresas, o que seria uma condição fundamental para o financiamento das suas transições tecnológicas. O software permite que operadores logísticos e transportadoras desenvolvam e ofereçam serviços de transporte carbono neutro para seus clientes.

Para isso, a tecnologia calcula a pegada de carbono de cada transporte realizado de maneira granular, chegando ao nível de serviço, cliente e item. Já a compensação das pegadas é feita também no nível granular por meio de créditos de carbono comprados na própria plataforma. Segundo a Verda, informações de pegadas e compensações são compartilhadas automaticamente entre operadores logísticos/transportadoras e clientes ao longo da cadeia de valor.

"O crédito de carbono permite que, eu poluindo de um lado, retire CO² do outro. Com isso, eu passo a criar um instrumento financeiro, para que eu transfira recursos de uma entidade poluente, que não tem o que fazer agora, para a floresta", explica Rafael Fanchini, CEO da Verda à Tecnologística.

Dentro da plataforma ainda é oferecido o Broker, um marketplace de créditos de carbono desenvolvido pela Verda, que permite clientes comercializarem créditos de carbono de maneira transparente. Ainda conforme a empresa, todos os créditos disponíveis no marketplace são registrados na Verra, uma entidade registradora responsável por um programa mundial de créditos de carbono para o mercado voluntário.

"Todo mundo tem um problema de credibilidade. A nossa grande preocupação é garantir que os nossos clientes, e os clientes deles tenham esse processo [de compensação de carbono] muito transparente, muito formal e íntegro", completa Fanchini.

Rota 2050
No último mês, a Verda disponibilizou para o mercado uma nova solução, denominada Rota 2050, que conecta a indústria e o varejo com os operadores logísticos. De acordo com a empresa, atualmente, poucas organizações do setor estão se movimentando para a descarbonização, seja por falta de conhecimento ou por viabilidade financeira, e com isso, sem um intermediário, será difícil conquistar avanços.

"Esse programa visa ajudar o operador logístico a criar um caminho para atender as demandas do mercado, e com isso, resolver o seu problema de sustentabilidade, mas com serenidade, objetividade, tecnologia e dados. O que hoje não existe. Atualmente, existe um lado mandando fazer e o outro fingindo que vai fazer", pontua Fanchini.

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar