Ibovespa
124.813,23 pts
(-0,42%)
Dólar comercial
R$ 5,27
(1,54%)
Dólar turismo
R$ 5,49
(1,72%)
Euro
R$ 5,59
(1,50%)

Dia das Mães: Operadores logísticos preveem alta de 40% na movimentação, aponta Abol

Previsão é de que o e-commerce atinja R$ 185,7 bilhões em 2023
Por Redação em 10 de maio de 2023 às 11h09
Dia das Mães: Operadores logísticos preveem alta de 40% na movimentação, aponta Abol
Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay

A previsão do e-commerce para este ano é de atingir R$ 185,7 bilhões. No mês de abril, as vendas no varejo cresceram 30,6%, em comparação a 2019, na pré-pandemia. Com esse cenário positivo, os operadores logísticos esperam um aumento de até 40% na movimentação de produtos no Dia das Mães.

A expectativa das empresas é que o comércio eletrônico seja o protagonista, corroborando com a teoria do setor de que a experiência do consumidor com as compras on-line durante a Covid-19 foi positiva, ajudando a aumentar a confiança nessa modalidade. Os dados compõem uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira dos Operadores Logísticos (ABOL) junto aos seus filiados, que se dizem preparados para atender a demanda prevista para a data, considerada um dos maiores eventos sazonais para o comércio.

De acordo com os operadores logísticos, os principais itens adquiridos nesse período costumam ser cosméticos, chocolates, itens de vestuário, eletroeletrônicos, eletrodomésticos e aparelhos celulares. Atualmente, o segmento de cosméticos é atendido por 65% dos operadores logísticos, seguido pelo de alimentos processados (61%) e eletroeletrônicos (60%), conforme os dados do último estudo com o perfil da atividade no país desenvolvido pela Abol junto ao Instituto Ilos de Logística.

LEIA TAMBÉM: RJ perde transporte de cargas para outros estados devido ao esvaziamento do Galeão, diz Firjan na Câmara

Conforme os dados da pesquisa da associação, a maior preocupação dos operadores logísticos é com o last mile (60%). A nova realidade tem levado, inclusive, o setor a ficar mais atento a questões como a rastreabilidade dos produtos, evitando intercorrências no processo.

"Com a aceleração da transformação digital gerada pela pandemia, os operadores logísticos passaram  a estar ainda mais preparados para datas sazonais e de alta demanda como o Dia das Mães. A pesquisa feita pela Abol mostra que os OLs estão evoluindo cada vez mais, acompanhando os anseios do novo consumidor", destacou a diretora executiva da Abol, Marcella Cunha.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar