Ibovespa
129.020,02 pts
(-0,87%)
Dólar comercial
R$ 4,97
(0,06%)
Dólar turismo
R$ 5,17
(0,14%)
Euro
R$ 5,37
(-0,21%)

Descubra como funciona as operações logísticas da FedEx para atender o aumento das demandas de fim de ano

Reportagem da Tecnologística tem acesso com exclusividade ao centro de distribuição da multinacional em Serra (ES)
Por Raphael Minho em 14 de dezembro de 2023 às 10h58
Descubra como funciona as operações logísticas da FedEx para atender o aumento das demandas de fim de ano
Unidade de Serra-ES (Foto: Divulgação/FedEx)
Unidade de Serra-ES (Foto: Divulgação/FedEx)

Com as datas comemorativas de fim de ano, disparam as vendas no comércio eletrônico, impactando positivamente toda a cadeia logística com um aumento de demanda. De acordo com um estudo da Meta, “Expectativas da Temporada de Compras 2023″, 89% dos consumidores planejam fazer compras durante o período.

No fim de novembro, durante a semana da Black Friday, a reportagem da Tecnologística foi convidada para conhecer com exclusividade as operações da FedEx, no moderno centro de distribuição da multinacional em Serra, na região metropolitana de Vitória (ES). A instalação desempenha um importante papel na companhia na distribuição de produtos oriundos do e-commerce.

O CD possui 46 mil metros quadrados e capacidade para 40 mil posições de paletes, além de 64 docas com plataforma hidráulica, 3.212 metros quadrados de mezanino e 14 mil metros quadrados de área de pátio. A estrutura ainda conta com armazém Triplo A e cobertura Face Felt (proteção acústica e térmica).

Descubra como funciona as operações logísticas da FedEx para atender o aumento das demandas de fim de ano
Eduardo Araújo, diretor de Logística da FedEx no Brasil (Foto: Divulgação/FedEx)

De acordo com Eduardo Araújo, diretor de Logística da FedEx no Brasil, a localização foi escolhida devido a proximidade com os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e São Paulo, sendo uma porta de entrada para a região Nordeste do país e escoamento via portos.

"A gente já tinha um prédio de 10 mil metros quadrados aqui em Serra, sendo que ele já estava completamente cheio, e depois alugamos um prédio em Viana com 7 mil metros quadrados. Então, aqui no estado, tínhamos essas duas instalações funcionando e cheias, com clientes aumentando a demanda", explica Araújo sobre a decisão de abrir a nova unidade em Serra.

Ainda segundo o executivo, o município foi escolhido devido aos benefícios fiscais e ao potencial de mercado do estado. Esse foi apenas um dos investimentos realizados pela companhia nos últimos quatro anos. Além disso, a empresa investiu na abertura de oito armazéns durante o período e na ampliação da unidade de Queimados, na região metropolitana do Rio de Janeiro. No CD capixaba, as principais cargas armazenadas e movimentadas são das categorias de eletrônicos, independente do local de produção no Brasil, e bebidas alcoólicas, sobretudo vinho, já que a companhia oferece serviços para a Wine, um dos principais players do segmento no comércio eletrônico. "Produtos de diferentes fábricas do Brasil passam por aqui e abastecem o varejo do país", completou o executivo.

Descubra como funciona as operações logísticas da FedEx para atender o aumento das demandas de fim de ano
Unidade de Serra-ES (Foto: Divulgação/FedEx)

Para atender a demanda crescente do fim de ano, a FedEx conta com diversas soluções em seu portfólio como logística indoor e inhouse, transporte aéreo e rodoviário nacional e internacional, entre outras. De acordo com Eduardo Araújo, todo o planejamento é realizado a quatro mãos, envolvendo o operacional, vendas e o cliente, além da base de dados sobre histórico. A partir disso, a companhia cria um plano de adequação que envolve espaço físico e contratação de funcionários para atender a demanda operacional.

"Depois que define isso, a gente faz a adequação do quadro de funcionários, contratações, planejamento de férias da equipe, realocação de equipe e treinar essa equipe, porque não é simplesmente pegar uma pessoa e colocar no armazém, ela precisa saber utilizar os nossos sistemas, localizar o produto no estoque, fazer o processo de separação, de embalagem e de inspeção", pontua.

Sustentabilidade
Atualmente, a FedEx conta com uma frota global de 711 aviões e 200 mil veículos, e o objetivo é promover a eletrificação de 100% da frota de coleta e entrega (rotas curtas) no mundo até 2040. "Ainda não sabemos como estará o desenvolvimento tecnológico até 2040, se terá tecnologia para utilizar em uma carreta com uma carga de 25 toneladas e rodar 3.500 km, saindo de São Paulo até Recife, por exemplo", justifica o executivo.

Além disso, a FedEx tem investido na aquisição de embalagens ecologicamente mais amigáveis e também na automação do uso de stretch como alternativa para redução do uso de plástico na operação. Esse robô, inclusive, já está em fase de teste na unidade de Cajamar (SP).


LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar