Ibovespa
122.512,78 pts
(0,94%)
Dólar comercial
R$ 5,41
(-0,59%)
Dólar turismo
R$ 5,60
(-0,98%)
Euro
R$ 5,80
(-0,23%)

Grupo TTC Logística investe em sua unidade de transporte e em dois terminais

Por Redação em 12 de maio de 2011 às 12h47 (atualizado em 16/05/2011 às 11h57)

Perspectiva é aplicar entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões no biênio 2011-2012

O Grupo TTC Logística, formado pelo Tecon (empresa de transporte), pelo TTC Tecon (operadora de contêineres e Redex) e pelo Tecon Rio (companhia de transporte de passageiros), investirá até o final deste ano R$ 13 milhões na aquisição de equipamentos, ampliação da frota, melhorias estruturais e ampliação dos serviços. Segundo o diretor de Controladoria, Antônio Carlos Sales, para o biênio 2011-2012 a previsão de investimentos fica entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões. Os recursos já começaram a ser aplicados e os ativos já iniciam as operações. O executivo divulga que R$ 3,5 milhões já foram aplicados na compra de quatro cavalos-mecânicos da Volkswagen para o Tecon. Além disso, a aquisição de outros seis veículos – ainda sem montadora definida – já está aprovada. Em junho, a unidade de transporte receberá, ainda, 12 implementos, sendo cinco bitrens e sete rodotrens. “O crescimento das nossas operações fez com que estes investimentos fossem realizados”, diz. Terminais O TTC Tecon também merece destaque no plano de investimentos do grupo. O diretor anuncia que R$ 4,1 milhões foram destinados à compra de quatro reach stackers da Kalmar, que entrarão na rotina operacional do terminal, localizado no bairro de Manguinhos, na primeira quinzena de julho. Três deles são do modelo DRF 100 para a movimentação de contêineres vazios e um, o DRF 450, será utilizado nas operações com contêineres cheios. Ao todo, o terminal conta, agora, com uma frota de oito reach stackers. “Manguinhos, que tem 70 mil m², movimentava apenas contêineres de 40 pés e agora irá operar também com de 20 pés e reefers”, salienta. Sales adianta outro investimento. “Temos um armazém de quatro mil m² para carga geral e para movimentar os produtos neste local compramos e recebemos duas empilhadeiras da Hangcha”, diz. Ao todo, a companhia aplicou R$ 113 mil nestes equipamentos. Outras seis empilhadeiras, da mesma marca e modelo, devem ser entregues no próximo mês de julho. Já para melhorias estruturais em Manguinhos, o executivo calcula que serão necessários mais R$ 2,5 milhões. O terminal instalado no Caju também receberá um total de R$ 2,5 milhões destinados à mudança de sua vocação. Antes, o terminal, que conta com uma área total de 35 mil m², movimentava contêineres. “Vamos transformá-lo num Redex e começaremos a operação no próximo mês de agosto”, afirma. www.ttclogistica.com.br
Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar