Ibovespa
130.155,43 pts
(-1,16%)
Dólar comercial
R$ 4,97
(0,74%)
Dólar turismo
R$ 5,17
(0,58%)
Euro
R$ 5,38
(0,65%)

Volume de fretes rodoviários no Brasil aumenta 17% no 4º trimestre de 2023, impulsionado pelo agronegócio

Levantamento registrou mais de 2,8 milhões de fretes no período
Por Redação em 8 de fevereiro de 2024 às 5h55
Volume de fretes rodoviários no Brasil aumenta 17% no 4º trimestre de 2023, impulsionado pelo agronegócio
Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay

O volume de fretes rodoviários no Brasil registrou um aumento significativo de 17% durante o quarto trimestre de 2023 em comparação com o mesmo período do ano anterior, revela um levantamento da Frete.com, plataforma online de transporte de cargas.

Durante os meses de outubro a dezembro de 2023, a plataforma registrou mais de 2,8 milhões de fretes, em comparação com os aproximadamente 2,4 milhões de fretes registrados nos mesmos meses de 2022. O agronegócio desempenhou um papel fundamental nesse aumento, representando 34% dos fretes publicados na plataforma e impulsionando um crescimento de 21,4% no volume de fretes no quarto trimestre de 2023 em comparação com o mesmo período de 2022.

Federico Vega, CEO da Frete.com, destacou o alto número de fretes na plataforma nos últimos anos como evidência de que as empresas de transporte estão adotando cada vez mais a tecnologia para otimizar seus ganhos. Ele também ressaltou os investimentos em segurança para proteger tanto as empresas quanto os motoristas contra fraudes.

Destaque para Produtos do Agronegócio
Entre os produtos do agronegócio, a soja, o milho e os fertilizantes se destacaram no quarto trimestre de 2023. Os fretes de soja aumentaram mais de 132%, representando 14% dos fretes do setor. O milho registrou um aumento de 21,7%, enquanto os fretes de fertilizantes cresceram 22,2%.

Esses aumentos acompanham as estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para uma safra recorde de grãos em 2023, cerca de 18% maior do que o registrado em 2022, com quase 50 milhões de toneladas adicionais.

Outros Setores em Crescimento
Além do agronegócio, os setores de produtos industrializados e construção civil também experimentaram crescimento. Os fretes de produtos industrializados aumentaram 3,7%, enquanto o setor de construção civil registrou um aumento impressionante de 55,9%.

Distribuição por Estados
No que diz respeito à distribuição geográfica dos fretes, o Centro-Oeste liderou o aumento com 35,5%, seguido pelo Sudeste com 19,8%. Destaca-se o Mato Grosso, com um aumento de 79,1%, seguido por Minas Gerais e Rio de Janeiro, com crescimentos de 50,9% e 26,5%, respectivamente.

Esses dados refletem não apenas o crescimento do setor de transporte rodoviário, mas também a vitalidade e dinamismo da economia brasileira, especialmente no setor do agronegócio e na indústria da construção civil.


LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar