Ibovespa
119.630,44 pts
(0,41%)
Dólar comercial
R$ 5,43
(0,22%)
Dólar turismo
R$ 5,63
(0,04%)
Euro
R$ 5,83
(0,26%)

Terminais da Wilson Sons listados em ranking de eficiência

Salvador e Rio Grande figuram no ranking do Índice Global de Desempenho Portuário de Contêineres como os mais eficientes do Brasil
Por Redação em 23 de março de 2022 às 10h14 (atualizado em 25/03/2022 às 20h33)

Os terminais de contêineres da Wilson Sons localizados em Salvador e Rio Grande (RS) foram listados no ranking do Índice Global de Desempenho Portuário de Contêineres (CPPI), divulgado pelo Banco Mundial e IHS Markit como os mais eficientes do Brasil. Os dois complexos portuários são os únicos representantes brasileiros a figurar entre os 50 melhores do mundo. O índice analisou mais de 300 instalações em todos os continentes e utilizou dados dos maiores armadores do mundo, responsáveis por 76% da movimentação global de contêineres.

“Os investimentos e nossa atuação, focada na experiência dos nossos clientes ao longo dessas mais de duas décadas, fizeram com que chegássemos entre os mais competitivos terminais de contêineres da América do Sul. Essas conquistas comprovam que estamos prontos para o futuro, sempre com foco em pessoas, eficiência e no desenvolvimento sustentável”, diz o vice-presidente de Operações da Wilson Sons, Arnaldo Calbucci.  

O CPPI foi construído com base em duas metodologias diferentes – a abordagem administrativa (administrative approach), que reflete o conhecimento e julgamento de especialistas, e a abordagem estatística (statistical approach), usando análise fatorial.  

O Porto de Salvador é o único representante brasileiro a figurar entre os 50 melhores do mundo, de acordo com a abordagem estatística. Já o Porto de Rio Grande foi considerado o mais eficiente do Brasil na abordagem administrativa, listado entre os TOP 50 mundiais.

 “É um orgulho para nós contribuir ao longo desses 22 anos com o Porto de Salvador, berço original da Wilson Sons desde 1837,  hoje reconhecido como elemento estratégico para a atração de investimentos e novos negócios para a Bahia. Com uma ampla área de influência composta por estados do Norte, Nordeste e Sudeste, visamos desenvolver e prover soluções de alto valor para os nossos clientes e comunidade, de forma sustentável e inovadora ”, ressalta o diretor-executivo do Tecon Salvador, Demir Lourenço.

Já o diretor-presidente do Tecon Rio Grande, Paulo Bertinetti, afirma que os investimentos e a dedicação realizados ao longo do tempo fizeram com que o complexo chegasse à posição de um dos mais competitivos terminais de contêineres da América do Sul.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar