Ibovespa
119.662,38 pts
(0,08%)
Dólar comercial
R$ 5,38
(0,28%)
Dólar turismo
R$ 5,58
(0,03%)
Euro
R$ 5,76
(-0,05%)

Stolthaven Terminals e o Complexo Industrial e Portuário do Pecém assinam Memorando de Entendimento

Iniciativa fomentará estudo de um terminal de armazenagem no porto, que fornecerá serviços de armazenamento e manuseio de hidrogênio verde e produtos associados
Por Redação em 28 de março de 2022 às 10h04

A Stolthaven Terminals e o Complexo Industrial e Portuário do Pecém, joint venture formada pelo governo do Estado do Ceará e o Porto de Rotterdam, na Holanda, anunciaram a assinatura de um Memorando de Entendimento (MoU) para o estudo de um novo terminal de armazenagem no Porto do Pecém. O terminal se concentrará em fornecer serviços de armazenamento e manuseio de hidrogênio verde e produtos associados.

O gerente geral da Stolthaven Santos, Marcelo Schmitt, diz estar motivado em fazer o acordo com o Complexo Industrial e Portuário do Pecém, que apoia a estratégia de longo prazo de investir em logística sustentável da cadeia de suprimentos. “A Stolthaven Santos está comprometida em apoiar a transição energética global, deixando de depender de combustíveis fósseis para fontes de energia mais verdes. Nossa experiência na operação de terminais de última geração, juntamente com nosso compromisso de sustentabilidade e valores compartilhados com nossos parceiros, tornam esta oportunidade muito empolgante.”

Já o CEO do Complexo do Pecém, Danilo Serpa, afirma que as equipes, de Pecém e Stolt já estão trabalhando em estudos técnicos que permitirão avançar na viabilidade de implantação do projeto na área do terminal portuário de Pecém.

O Porto do Pecém está localizado no Estado do Ceará e possui potencial para geração de energia eólica e solar. A Zona de Processamento e Exportação local é totalmente integrada ao Porto do Pecém, que está conectado a uma ampla rede de distribuição de gás. Como o maior porto da Europa, o Porto de Roterdã está bem posicionado para fornecer informações e conhecimentos valiosos, pois já está se preparando para operar como a porta de entrada de hidrogênio verde da Europa. As opções para o terminal de Pecém incluem um depósito alfandegado de amônia, matéria-prima utilizada na produção de hidrogênio.

 

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar