Ibovespa
120.445,91 pts
(0,15%)
Dólar comercial
R$ 5,46
(0,38%)
Dólar turismo
R$ 5,66
(0,02%)
Euro
R$ 5,85
(0,01%)

Porto Ponta do Félix expande capacidade de armazenagem

Terminal terá quatro novas estruturas para a estocagem de fertilizantes
Por Redação em 25 de julho de 2022 às 11h17

O Porto Ponta do Félix, localizado em Antonina, no litoral do Paraná, aposta no mercado de importação de fertilizantes e, com isso, planeja expandir em 78% a área de armazenagem do produto.

As obras preveem novos armazéns e barracões, que serão entregues em etapas, sendo 40 mil toneladas em setembro e outros dois armazéns, também com capacidade de 40 mil t cada, em janeiro e abril de 2023.

A capacidade estática atual do terminal é estimada em 270 mil t e a expectativa é de que, ao longo dos próximos meses, de forma gradual, esta capacidade chegue a 480 mil toneladas.

De acordo com informações da Administração dos Portos do Paraná, o Porto Ponta do Félix registrou crescimento de 373% no volume de fertilizantes desembarcados entre janeiro e maio deste ano: 572.045 toneladas, em 2022, contra 120.852, no mesmo período, em 2021.

“A descarga de fertilizantes segue aquecida devido à demanda crescente e o mercado em alta para a comercialização. Mas, antes mesmo deste cenário, aqui em Antonina já estávamos trabalhando para atender o mercado, com a ampliação das nossas estruturas de armazenagem”, explica o diretor-presidente do Porto da Ponta do Félix, Gilberto Birkhan.

Ainda de segundo o executivo, este ano o Porto da Ponta do Félix está crescendo mais do que o ano passado percentualmente, principalmente em razão do entreposto aduaneiro. Para ele, este é um dos diferenciais competitivos do terminal, pois possibilita mais flexibilidade em negociações comerciais e a geração de crédito rotativo imediato ao importador, já que seu recibo serve como garantia para desconto em até 80% do valor em bancos.

O entreposto aduaneiro também permite, reforça o diretor-presidente, mais agilidade nas operações portuárias, contribuindo para diminuir possíveis congestionamentos em portos e armazéns.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar