Ibovespa
128.487,59 pts
(0,37%)
Dólar comercial
R$ 5,45
(0,05%)
Dólar turismo
R$ 5,66
(0,15%)
Euro
R$ 5,94
(0,39%)

CDRJ passa a se chamar Portos Rio

Autoridade portuária muda nome e lança nova marca
Por Redação em 14 de dezembro de 2022 às 14h30 (atualizado às 14h31)

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que administra os Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, passou a se chamar Portos Rio. A iniciativa faz parte de um abrangente processo de modernização e reposicionamento estratégico da autoridade portuária, que mantém sua razão social como Companhia Docas do Rio de Janeiro.    

Com a adoção do nome fantasia Portos Rio, a companhia busca evidenciar a nova realidade da gestão da autoridade portuária, reforçar sua relevância junto aos stakeholders, resgatar o autêntico papel de uma autoridade portuária, fortalecer sua imagem corporativa no setor portuário, com foco no desenvolvimento sustentável e na satisfação dos usuários dos seus portos, e mostrar seu olhar para o futuro, visando ser referência no hemisfério sul.  

Leia mais: CDRJ movimenta 45,9 milhões de toneladas nos nove primeiros meses do ano

Para o diretor-presidente da Portos Rio, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, a mudança da marca revela a transformação profunda realizada na empresa durante a atual gestão e consolida a credibilidade conquistada nos últimos anos. “A nova marca reflete o trabalho técnico, sério e incansável desenvolvido pelas equipes administrativas e operacionais em dezenas de ações e projetos executados no intuito de aperfeiçoar os processos da companhia e modernizar a infraestrutura dos portos que administra, o que nos levou a alcançar mais eficiência, agilidade, transparência e competitividade”, ressalta.

CDRJ passa a se chamar Portos Rio

 Processo de criação

O primeiro passo da consultoria contratada para a escolha do novo nome e da nova marca foi a elaboração de uma pesquisa junto aos colaboradores da companhia para entender a percepção sobre a marca atual e os fatores considerados mais relevantes. Eles também puderam sugerir um novo nome para a empresa. Em seguida, as sugestões foram analisadas junto com os nomes propostos pela consultoria.  

Com o nome eleito pela diretoria executiva da companhia, a empresa contratada passou para a etapa de criação do logotipo e identidade visual. A diretoria selecionou, então, três opções de logomarca para votação junto aos colaboradores. A opção mais votada foi também a escolhida pela diretoria.  

Leia mais: CDRJ implanta sistema de programação ferroviária

Na construção da marca, o símbolo sintetiza quatro elementos de fácil entendimento em qualquer país: o mundo, por meio do halo redondo que envolve a marca; o navio, que liga o porto ao mundo; os contêineres, que representam o comércio exterior; e o movimento do navio, gerando uma onda que remete ao famoso atrativo turístico Pão de Açúcar, reforçando a localização dos portos no Rio de Janeiro.   

“A nova logomarca traduz não somente o tipo de negócio, mas também um conceito institucional de mudança, de foco nos serviços, de envolvimento com o mercado cada vez mais globalizado, e o acréscimo da cor verde aos tons de azul herdados da marca anterior denotam um avanço, uma adequação, a preocupação com a sustentabilidade, principalmente com relação ao mar, intimamente ligado ao negócio da companhia”, destaca o diretor de Negócios e Sustentabilidade, Jean Paulo Castro e Silva.  

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar