Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

TCP registra recorde de movimentação de contêineres refrigerados em fevereiro

Mais de 20 mil TEUs de carne congelada foram movimentadas no litoral do Paraná
Por Redação em 28 de março de 2023 às 10h48 (atualizado às 10h48)
TCP registra recorde de movimentação de contêineres refrigerados em fevereiro

A TCP (Terminal de Contêineres de Paranaguá) bateu o recorde mensal de movimentação de contêineres refrigerados (reefer), em fevereiro deste ano. No total, foram movimentados 20.810 TEUs (unidade de medida para um contêiner de 20 pés de comprimento) em 28 dias. Até então, o recorde tinha sido registrado em agosto de 2021 (20.709 TEUs).

O resultado apresenta uma movimentação de mais de 268 mil toneladas de carne, com a de frango (76%) e bovina (17%) liderando. Em comparação aos meses de janeiro e fevereiro de 2022, a carne bovina foi a que apresentou o maior crescimento: 280%. Em janeiro, os destinos foram China (20%) e Emirados Árabes (5%), principalmente.

Na produção de carne bovina exportada pelo terminal, o destaque ficou com o Mato Grosso. Segundo o gerente comercial e de atendimento ao cliente da TCP, Giovanni Guidolim, “a flexibilidade de entrada antecipada das cargas feita pela TCP em 2022 aumentou em 5 vezes a movimentação de carne bovina do Mato Grosso em comparação a 2021. Esta flexibilidade permanece em 2023, favorecendo a demanda. O MT é líder na produção para exportação de proteína de boi pelo Paraná, representando 25% do total".

LEIA TAMBÉM: PortosRio publica edital de licitação para dragar acesso aquaviário

Já o estado que mais produziu carne de frango para exportação, passando pela TCP, foi o próprio Paraná. De acordo com dados do IBGE, em 2021 o estado foi o que mais abateu as aves no país. "A gripe aviária registrada em diversos países, menos no Brasil, é um fator que aumentou a demanda mundial por frango do Brasil", disse Guidolim.

Investimentos
O terminal passa por uma ampliação em 43% do pátio reefer, com previsão de conclusão para este ano ainda. Com as obras,  TCP passará de 3.572 tomadas para 5.126, o maior número entre terminais brasileiros. Além disso, será realizada a construção de uma subestação de energia própria para sustentar a expansão.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar